Me acompanhe pelo e-mail

quinta-feira, 26 de abril de 2012

Reflexão sobre oração

 

Uma pequena reflexão sobre a oração...

Alguns homens de Deus escreveram o seguinte sobre o tema...

Samuel Chaduwick – ¨O diabo não se impressiona com estudos maravilhosos, sermões inflamados. Mas, ele treme, quando um homem ou uma mulher começam a orar, por que ele sabe que Deus vai agir…¨ John Wesley – ¨Deus nada faz a não ser responder orações.¨ Watchman Nee – ¨Os céus esperam a ordem da terra. Se a terra não der ordens, os céus não efetuam.¨.

Queridos, quando oramos, falamos diretamente com Deus, e quando colocamos a oração como um devocional em nossas vidas, podemos ter certeza que tudo será mais fácil, até mesmo os problemas.

Deus está nos céus, esperando o momento de falarmos com Ele. Precisamos colocar a prática da oração em nossas vidas, pois, somente assim poderemos nos relacionar com nosso Senhor.

Louvar é muito bom, ouvir o sermão é muito bom, testemunhar é edificante, porém, a oração em conjunto com a leitura da palavra de Deus e o jejum, tem muito poder.

Desenvolva esse poder , dobre seus joelhos e entre na presença do Senhor através da oração, se fortaleça e edifique sua vida, quem muito ora, tem muito poder no Espírito Santo, quem pouco ora, tem pouco poder e quem não ora nunca, nunca terá poder...

Deus abençoe tua vida...

terça-feira, 24 de abril de 2012

A verdadeira história de São Jorge

 

 

O Testemunho de Jorge de Capadócia. Em torno do século III D.C., quando Diocleciano era imperador de Roma, havia nos domínios do seu vasto Império um jovem soldado chamado Jorge de Anicii. Filho de pais cristãos, converteu-se a Cristo ainda na infância, quando passou a temer a Deus e a crer em Jesus como seu único e suficiente salvador pessoal.

Nascido na antiga Capadócia, região que atualmente pertence à Turquia, Jorge mudou-se para a Palestina com sua mãe, após a morte de seu pai. Tendo ingressado para o serviço militar, distinguiu-se por sua inteligência, coragem, capacidade organizativa, força física e porte nobre.

Foi promovido a capitão do exército romano devido a sua dedicação e habilidade. Tantas qualidades chamaram a atenção do próprio Imperador, que decidiu lhe conferir o título de Conde. Com a idade de 23 anos passou a residir na corte imperial em Roma, exercendo altas funções.

Nessa mesma época, o Imperador Diocleciano traçou planos para exterminar os cristãos. No dia marcado para o senado confirmar o decreto imperial, Jorge levantou-se no meio da reunião declarando-se espantado com aquela decisão, e afirmou que os ídolos adorados nos templos pagãos eram falsos deuses.


Todos ficaram atônitos ao ouvirem estas palavras de um membro da suprema corte romana, defendendo com grande coragem sua fé em Jesus Cristo como Senhor e salvador dos homens. Indagado por um cônsul sobre a origem desta ousadia, Jorge prontamente respondeu-lhe que era por causa da VERDADE. O tal cônsul, não satisfeito, quis saber: “O QUE É A VERDADE?”. Jorge respondeu: “A verdade é meu Senhor Jesus Cristo, a quem vós perseguis, e eu sou servo de meu redentor Jesus Cristo, e nEle confiado me pus no meio de vós para dar testemunho da Verdade.”

Como Jorge mantinha-se fiel a Jesus, o Imperador tentou fazê-lo desistir da fé torturando-o de vários modos. E, após cada tortura, era levado perante o Imperador, que lhe perguntava se renegaria a Jesus para adorar os ídolos. Porém, este santo homem de DEUS jamais abriu mão de suas convicções e de seu amor ao SENHOR Jesus. Todas as vezes em que foi interrogado, sempre declarou-se servo do DEUS Vivo, mantendo seu firme posicionamento de somente a Ele temer e adorar. Em seu coração, Jorge de Capadócia discernia claramente o própósito de tudo o que lhe ocorria:

… vos hão de prender e perseguir, entregando-vos às sinagogas e aos cárceres, e conduzindo-vos à presença de reis e governadores, por causa do meu nome. Isso vos acontecerá para que deis testemunho. (Lucas 21.12:13).

A fé deste servo de DEUS era tamanha que muitas pessoas passaram a crer em Jesus e confessa-lo como SENHOR por intermédio da pregação do jovem soldado romano. Durante seu martírio, Jorge mostrou-se tão confiante em Cristo Jesus e na obra redentora da cruz, que a própria Imperatriz alcançou a Graça da salvação eterna, ao entregar sua vida ao SENHOR. Seu testemunho de fidelidade e amor a DEUS arrebatou uma geração de incrédulos e idólatras romanos.

Por fim, Diocleciano mandou degolar o jovem e fiel discípulo de Jesus, em 23 de abril de 303.

Logo a devoção a São Jorge tornou-se popular. Celebrações e petições a imagens que o representavam se espalharam pelo Oriente e, depois das Cruzadas, tiveram grande entrada no Ocidente. Além disso, muitas lendas foram se somando a sua história, inclusive aquela que diz que ele enfrentou e amansou um dragão que atormentava uma cidade…

Em 494, a idolatria era tamanha que a Igreja Católica o canonizou, estabelecendo cultos e rituais a serem prestados em homenagem a sua memória. Assim, confirmou-se a adoração a Jorge, até hoje largamente difundida, inclusive em grandes centros urbanos, como a cidade do Rio de Janeiro, onde desde 2002 faz-se feriado municipal na data comemorativa de sua morte.

Jorge é cultuado através de imagens produzidas em esculturas, medalhas e cartazes, adorado pela igreja Católica e também pelos adeptos da umbanda e candomblé, imagens essas que são iguais tanto em um lugar como em outro, onde se vê um homem vestindo uma capa vermelha, montado sobre um cavalo branco, atacando um dragão com uma lança. E ironicamente, o que motivou o martírio deste homem foi justamente sua batalha contra a adoração a ídolos…todos nós sabemos o que a palavra de Deus nos diz à respeito de adoração às imagens, mas infelizmente, muitos preferem fazê-lo em vez de adorar ao Senhor Jesus Somente.

Apesar do engano e da cegueria espiritual das gerações seguintes, o fato é que Jorge de Capadócia obteve um testemunho reto e santo, que causou impacto e ganhou muitas almas para o SENHOR. Por amor ao Evangelho, ele não se preocupou em preservar a sua própria vida em seu íntimo, guardava a Palavra: …Cristo será, tanto agora como sempre, engrandecido no meu corpo, seja pela vida, seja pela morte (Filipenses 1.20). Isso não deu o direito de ser adorado e muito menos de ser feito santo através de imagens de escultura e figuras, porém, nos deixou um grande exemplo de Cristão.

Deste modo, cumpriu integralmente o propósito eterno para o qual havia nascido: manifestou o caráter do SENHOR e atraiu homens e mulheres para Cristo, estendendo a salvação a muitos perdidos.

 

Deus os abençoe grandemente.

 

Pr. Wesley Borges Lima

segunda-feira, 9 de abril de 2012

A pirataria e os Criatãos

 

A Pirataria e os Cristãos!
Pirataria, como os cristãos  estão se comportando?

LEIA E CONHEÇA SOBRE O ASSUNTO:
.

"Não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem os devassos, em os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbedos, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus". (1Co. 6.9,10)
.

A pirataria tem invadido o meio evangélico de maneira vergonhosa, e não são os do mundo que a tem praticado em nosso meio, são os nossos "irmãos" que enganosamente ou não, estão lesando aqueles que se sacrificam para realizar seus trabalhos.
Antes de continuarmos e necessário entender o que é pirataria, pois o que temos observado são pessoas completamente desinformadas, que estão nesta prática simplesmente olhando para o financeiro enquanto condenam suas almas a perdição.

.

Definição de Pirataria:

Roubar, Copiar (programa de computador, material audiovisual ou fonográfico, jogos de vídeo game, etc.), sem autorização do autor ou sem respeito aos direitos de autoria e cópia, geralmente para fins de comercialização ilegal ou para uso pessoal. Ou seja, todo aquele que está em tal prática, seja: copiando, comercializando ou usando, qualquer material ilegal é considerado pirata.
.

Definição de Pirata:

Ladrão, gatuno, sujeito audacioso, espertalhão, malandro, indivíduo que comete pirataria, que não respeita os direitos de autoria ou de reprodução que vigoram sobre determinadas obras ou produtos (literários, musicais, de informática, etc.), seja produzindo, ou utilizando cópias ilegais dessas obras ou produtos.
.

Os piratas são pessoas que não tem o menor respeito pela propriedade alheia, e nem imaginam quanto o produtor ou proprietário da obra investiu, não só a parte financeira, mas também o tempo, o sacrifício pessoal e familiar para a realização de seu trabalho, tais pessoas esperam um resultado no entanto encontram no seu caminho salteadores que sem a menor consideração, escrúpulo e respeito apropriam-se do que não lhes pertence, daquilo em que não investiram nada.
.

Mas o que mais nos entristece é saber que muitos lideres de Igrejas tem sido coniventes com esses atos, em total desrespeito não apenas ao proprietário da obra pirateada, mas também as leis que regem este país e principalmente a doutrina bíblica; o que esta acontecendo? É a pergunta que faço, será que a Igreja esta se moldando ao mundo, ou será que todos estão imaginando que Deus esta com a visão cansada e não vê o que estão a fazer.

Vamos observar o que diz Hebreus 3.12,13: "Vede, irmãos, que nunca se ache em qualquer de vós um perverso coração de incredulidade, para se apartar do Deus vivo; antes exortai-vos uns aos outros todos os dias, durante o tempo que se chama Hoje, para que nenhum de vós se endureça pelo engano do pecado"

Nós sempre anunciamos o Evangelho que transforma e liberta; apresentamos um Deus que muda o criminoso em um homem honesto e que respeita as leis, mas nos últimos tempos a Igreja tem caído em descrédito, pois, possui no seu rol de membros verdadeiros bandidos mascarados. Já chega de tudo isso, precisamos lembrar do que diz I Pedro 2.1 a 3 "Deixando, pois, toda a malícia, todo o engano, e fingimentos, e invejas, e toda a maledicência, desejai como meninos recém-nascidos, o puro leite espiritual, a fim de por ele crescerdes para a salvação, se é que já provastes que o Senhor é bom."

.
Diz a Constituição Federal na secção de Direitos e Garantias Fundamentais no seu artigo 5° § 27 - "aos autores pertence o direito exclusivo de utilização, reprodução ou publicação de suas obras";

Os direitos autorais estão garantidos na Lei nº 9.610 de 19 de fevereiro de 1998 que atualiza e consolida tais direitos no art. 5º § 7, art. 7º § 5, art. 9º, art. 28º, art. 29º, art. 87º e art. 93º; O não cumprimento da Lei é um total desrespeito não só ao proprietário da obra gravada com também as autoridades constituídas.
.

O que nos ensina a bíblia?

Paulo escreve aos romanos 13.1 a 3 "Toda alma esteja sujeita às autoridades superiores; porque não há autoridade que não venha de Deus; e as que existem foram ordenadas por Deus. Por isso quem resiste à autoridade resiste à ordenação de Deus; e os que resistem trarão sobre si mesmos a condenação. Porque os magistrados não são motivo de temor para os que fazem o bem, mas para os que fazem o mal. Queres tu, pois, não temer a autoridade? Faze o bem, e terás louvor dela;"

Tito 3.1 a 5 "Adverte-lhes que estejam sujeitos aos governadores e autoridades, que sejam obedientes, e estejam preparados para toda boa obra, que a ninguém infamem, nem sejam contenciosos, mas moderados, mostrando toda a mansidão para com todos os homens. Porque também nós éramos outrora insensatos, desobedientes, extraviados, servindo a várias paixões e deleites, vivendo em malícia e inveja odiosos e odiando-nos uns aos outros. Mas quando apareceu a bondade de Deus, nosso Salvador e o seu amor para com os homens, não em virtude de obras de justiça que nós houvéssemos feito, mas segundo a sua misericórdia, nos salvou mediante o lavar da regeneração e renovação pelo Espírito Santo"

Que condições possuem essas pessoas de anunciar o evangelho, ou mesmo que evangelho é este que estão proclamando? Não podemos e nem estamos julgando ninguém, pois a bíblia diz em Mateus 7.1 "Não julgueis, para que não sejais julgados"; Estamos sim é dando um grito de alerta para que muitos não venham a perecer, pois a maioria acha que amar seu próximo é encobrir seus erros e pecados. Porem se vivem em desconformidade com as leis que regem nosso país e em práticas escusas, como esperam estar em conformidade com a doutrina bíblica?

A maioria sempre procura uma justificativa para seus atos ilícitos, alguns dizem que precisam sobreviver ou sustentar suas famílias, falam que foi a porta que o Senhor abriu; Amados quem vive as custas dos outros é parasita, como pode Deus ser participante ou conivente em um ato criminoso?

Tudo que não é adquirido de maneira lícita se torna maldição na vida do homem, muitos enganosamente pensam estar enriquecendo, mas na verdade estão voltando para a imundícia do mundo e afogando as suas almas na lama do pecado, esquecem de ler II Pe. 2.14 a 21 "tendo os olhos cheios de adultério e insaciáveis no pecar; engodando as almas inconstantes, tendo um coração exercitado na ganância, filhos de maldição; os quais, deixando o caminho direito, desviaram-se, tendo seguido o caminho de Balaão, filho de Beor, que amou o prêmio da injustiça, mas que foi repreendido pela sua própria transgressão: um mudo jumento, falando com voz humana, impediu a loucura do profeta. Estes são fontes sem água, névoas levadas por uma tempestade, para os quais está reservado o negrume das trevas. Porque, falando palavras arrogantes de vaidade, nas concupiscências da carne engodam com dissoluções aqueles que mal estão escapando aos que vivem no erro; prometendo-lhes liberdade, quando eles mesmos são escravos da corrupção; porque de quem um homem é vencido, do mesmo é feito escravo. Porquanto se, depois de terem escapado das corrupções do mundo pelo pleno conhecimento do Senhor e Salvador Jesus Cristo, ficam de novo envolvidos nelas e vencidos, tornou-se-lhes o último estado pior que o primeiro. Porque melhor lhes fora não terem conhecido o caminho da justiça, do que, conhecendo-o, desviarem-se do santo mandamento que lhes fora dado."

Queridos não é amor ou tolerância que está faltando de nossa parte, mas sim caráter, consciência e vergonha na cara por parte de todos que vivem no erro, ou será que nunca leram I Co. 15.34 "Acordai para a justiça e não pequeis mais; porque alguns ainda não têm conhecimento de Deus; digo-o para vergonha vossa".
.

Portanto estamos conclamando não apenas os Líderes Evangélicos, mas todo o povo de Deus para o combate a este ato criminoso, pois se protestamos contra o pecado como vamos agora fazer vista grossa a tais acontecimentos no nosso meio, ou será que a Igreja aderiu ao sistema de dois pesos e duas medidas?

I Ts. 4.4 a 7 "que cada um de vós saiba possuir o seu vaso em santidade e honra, não na paixão da concupiscência, como os gentios que não conhecem a Deus; ninguém iluda ou defraude nisso a seu irmão, porque o Senhor é vingador de todas estas coisas, como também antes vo-lo dissemos e testificamos. Porque Deus não nos chamou para a imundícia, mas para a santificação."

Queridos, há alguns dias me deparei com o testemunho de um irmão que dizia que seu pastor iria comprar um vídeo game Xbox 360 para seu filho, porém, gostaria de comprar um que fosse desbloqueado para que pudesse rodar jogos não originais...que pena que muitos nos dias de hoje pensam dessa forma, principalmente líderes de ministérios muito conhecidos.

Que o Senhor nos abençoe.

Pr. Wesley Borges.

Crianças Aba Pai–Celebração da Páscoa 2012

quarta-feira, 4 de abril de 2012

Crianças Aba Pai–Ministração na inauguração do Templo

Pastor Josué França Ministrando na inauguração do Templo da Igreja Batista Aba Pai

A inauguração foi nos dias 30 e 31 de Março e 1º de Abril , foi uma benção de Deus.

Próxima novela da Rede Globo, “Salve Jorge”, poderá ter título mudado para não perder audiência de evangélicos

Próxima novela da Rede Globo, “Salve Jorge”, poderá ter título mudado para não perder audiência de evangélicos

A Rede globo anunciou recentemente o título de sua próxima novela, “Salve Jorge”, escrita por Glória Perez. Porém, a emissora manifestou medo de perder a audiência do público evangélico, já que título da nova produção leva o nome de um santo católico, aliás, muito utilizado nos terreiros de candomblé e umbanda.

Atualmente os evangélicos representam aproximadamente 20% da população brasileira, de acordo com índices da Fundação Getúlio Vargas, esses dados, no que se refere à audiência televisiva é bastante expressivo e estaria levando a rede Globo a buscar um novo nome para a nova novela que será exibida no horário de maior audiência, às 21 horas.

Mas, o enredo principal da novela continuará sem alterações, a escritora Glória Perez explanou sucintamente sobre como será a nova produção, disse que a fé em São Jorge será tema presente no decorrer da trama, porém, outros assuntos serão abordados, como o tráfico de pessoas, e oscilará em ambientes como o morro do Alemão, no Rio de Janeiro, e também fora do Brasil, em Istambul e na região da Capadócia, local onde São Jorge nasceu, localizado na Turquia.

Através do Twitter, Glória Perez também comentou sobre o tema, “A fé nele [São Jorge] existe e vamos mostrar: a fé na força que temos para vencer os dragões que a vida nos reserva.”.

Minha opinião: A Globo não tem opinião própria e formada sobre sua programação, nunca vi ninguém mudar o nome de uma obra com medo de perder audiência. Se tem medo é porque sabe que pode perder a qualquer momento.

Fonte: Gospel+

“José – De escravo a governador”: nova minissérie bíblica da Record já tem diretor e orçamento definidos

 

“José – De escravo a governador”: nova minissérie bíblica da Record já tem diretor e orçamento definidos

A próxima minissérie bíblica da TV Record, “José- De escravo a governador”, já tem data para começar a ser produzida. A autora da atual minissérie, “Rei Davi”, foi a escolhida para adaptar a história de José para a televisão, e o texto, que já está pronto, foi aprovado pela emissora.

Segundo o jornalista Flávio Ricco, o ator Guilherme Berenguer, atualmente trabalhando na novela “Vidas em Jogo”, está cotado para viver o principal personagem da minissérie.

A direção da TV Record também aposta em outro integrante dessa novela para a minissérie sobre José. Trata-se do diretor Alexandre Avancini, que segundo Ricco, pretende iniciar as gravações em Julho deste ano, após terminar as gravações de Vidas em Jogo.

O orçamento destinado à minissérie, segundo o portal R7, é de aproximadamente R$ 25 milhões, semelhante ao utilizado na produção de “Rei Davi”. A história de José será contada em 30 capítulos, porém, não serão necessárias locações no exterior, segundo o diretor de teledramaturgia da Record, Hiran Silveira: “A história de José do Egito é uma história forte, mas não exige uma estrutura de produção como a de Davi”.

Fonte: Gospel+