Me acompanhe pelo e-mail

sábado, 15 de fevereiro de 2014

Lista dos que não votaram sobre a cassação de Donadon; confira

Apesar de ter sido cassado em votação aberta por larga margem de votos, 210 a mais que o necessário, o agora ex-deputado-presidiário Natan Donadon (sem partido-RO) teve, na prática, 45 votos a seu favor: 15 deputados que marcaram presença mas não votaram, 29 que nem apareceram, e uma abstenção. O presidente da Câmara não vota. Como são necessários 257 votos para aprovar a perda de mandato, ausências e abstenções têm efeito contrário à cassação. A maioria dos que marcaram presença mas não votaram alegou compromissos políticos em outros estados e disse que, se estivesse presente, votaria pela cassação.
Veja abaixo a lista dos deputados que marcaram presença na Câmara nesta quarta-feira (12), mas não votaram na sessão que cassou o mandato do deputado presidiário Natan Donadon (Rondônia). Confira também os parlamentares que não compareceram à Câmara.
Deputados que foram ao Congresso, mas não votaram:
— Lael Varella (DEM-MG)
— Amir Lando (PMDB-RO)
— Aníbal Gomes (PMDB-CE)
— Júnior Coimbra (PMDB-TO)
— Manoel Júnior (PMDB-PB)
— Mário Negromonte (PP-BA)
— Renato Andrade (PP-MG)
— Magda Mofatto (PR-GO)
— Wellington Roberto (PR-PB)
— Zequinha Marinho (PSC-PA)
— Vilmar Rocha (PSD-GO)
— Rubens Otoni (PT-GO)
— Paes Landim (PTB-PI)
— Genecias Noronha (SDD-CE)
— Paulo Pereira da Silva (SDD-SP)
Deputados que não foram ao Congresso:
— Jonathan de Jesus (PRB-RR)
— Luiz Carlos (PSDB-AP)
— Vinicius Gurgel (PR-AP)
— Eucione Barbalho (PMDB-PA)
— Nilson Pinto (PSDB-PA)
— Gladison Cameli (PP-AC)
— Márcio Bittar (PSDB-AC)
— Talma Turgo Lima (PT-AC)
— Zé Vieira (PROS-MA)
— Antônio Balhmann (PROS-CE)
— Joé Linhares (PP-CE)
— Benjamin Maranhão (SDD-PB)
— Sérgio Guerra (PSDB-PE)
— Almeida Lima (PMDB-SE)
— Liliam Sá (PROS-RJ)
— Camarinha (PSB-SP)
— Carlos Roberto (PSDB-SP)
— Devanir Ribeiro (PT-SP)
— Paulo Maluf (PP-SP)
— William Dib (PSDB-SP)
— Carlos Bezerra (PMDB-MT)
— Iris de Araújo (PMDB-GO)
— Akira Otsubo (PMDB-MS)
— Takayama (PSC-PR)
— João Lyra (PSD-AL)
— Walter Feldman (PSB-SP)
— Colbert Martins (PMDB-BA)
— João Lyra (PSD-AL)
Deixe o seu comentário no Verdade Gospel.
Fonte: O Globo


sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Pilotos de jatinho de Justin Bieber usam máscara contra maconha

 

Imagem: Divulgação

 

Os pilotos do jatinho de Justin Bieber teriam usado máscaras de oxigênio para não inalar a fumaça de maconha que pairava pela aeronave, na última sexta-feira (31/01), durante o voo feito pelo cantor entre Toronto, no Canadá, e Nova Jersey, nos Estados Unidos.

Um dos pilotos teria pedido várias vezes para que o cantor e sua equipe parassem de fumar na aeronave, segundo reportagem da rede americana NBC News. Como seu pedido não foi atendido, ele tomou a iniciativa de usar uma máscara, no que foi seguido pelo copiloto, para não correr o risco de inalar a “marofa” e falhar em um possível teste toxicológico – ou, pior, na condução do avião.

Bieber e seu pai também foram acusados de assediar a aeromoça durante o voo, que foi forçada pelo comandante a permanecer perto da cabine para evitar o comportamento “extremamente abusivo” dos dois. À reportagem, a mulher afirmou que não trabalharia mais “em nenhum voo com eles”.

Assim que o jatinho pousou em Nova Jersey, funcionários da alfândega do aeroporto de Teterboro sentiram um forte cheiro de maconha e decidiram revistar a aeronave. Agentes especializados e cães farejadores foram usados nas buscas, mas, surpreendentemente, as autoridades não encontraram indícios concretos da droga. Apesar disso, o cantor canadense foi interrogado por cinco horas até ter a sua entrada no país autorizada.

Fonte: Veja

Mesmo para cristãos, o Facebook é mais popular que a Bíblia

 

Mesmo para cristãos, o Facebook é mais popular que a Bíblia

 

 

Estatísticas sempre estão sujeitas a questionamento, em especial por que dependem muito da metodologia usada. Enquanto alguns países apreciam esse tipo de análise, outros não dão a ela o valor necessário.

Um levantamento publicado esta semana nos Estado Unidos mostra que a rede social Facebook chegou ao seu décimo aniversário com um bilhão de usuários registrados. Contudo, a Associated Press afirma que são 757 milhões de “usuários ativos”, ou seja, pessoas que realmente usam a rede. Cerca de 44 milhões desses usuários ativos são brasileiros.

Dados de uma pesquisa divulgada em 2013 mostram que pouco mais 40% dos americanos usam o Facebook diariamente. Em comparação, apenas 15% dos americanos leem a Bíblia diariamente, embora seja o livro mais lido dos EUA.

Um levantamento do Instituto Barna feita no ano passado indica que 26% dos cristãos leem suas Bíblias quatro ou mais vezes por semana.

De muitas maneiras algumas estatísticas aproximam o Brasil dos EUA. Enquanto a terra do tio Sam, onde a rede surgiu, ainda seja onde mais pessoas acessem o Facebook, o Brasil é o 3º no número de usuários (atrás da Índia), mas o segundo em acessos diários. Os internautas brasileiros passam 36% do seu tempo online nas redes sociais. O Facebook lidera, com o Youtube em segundo.

O Instituto Pró-livro, que avalia a intensidade, forma, motivação e condições de leitura da população brasileira divulgou uma pesquisa em 2012, mostrando que nada menos que 90% das brasileiros afirmam possuir uma Bíblia em casa. As Escrituras ainda são o livro mais vendido e mais lido no país, mas apenas 16% afirmam que a leem diariamente.

O Brasil também disputa com os Estados Unidos o primeiro lugar na impressão de Bíblias. Os EUA durante muitos anos era o maior, perdendo o posto para o Brasil posteriormente. Atualmente, nosso pais produz uma Bíblia (ou Novo Testamento) a cada três segundos, em média. É bem verdade que, em números absolutos, a China é o maior produtor, mas sua venda não é liberada em solo chinês.

O Instituto LifeWay Research realizou um amplo estudo chamado “Discipulado Transformador”, que tinha como objetivo avaliar o crescimento espiritual das pessoas que frequentam a igreja evangélica.

A pesquisa constatou que 90% dos fiéis afirma que desejam “agradar e honrar a Jesus em tudo o que faço”, e 59% concordam com a declaração: “Durante o dia eu penso em algum momento sobre as verdades bíblicas.” No entanto, quando perguntado quantas vezes lê a Bíblia por iniciativa própria (não durante um culto):

Tabela Discipulado Transformador

Levando em consideração todos esses números e o fato de que o brasileiro tem a maior média de permanência no Facebook do mundo, com 8 horas por mês, a conclusão é óbvia. Mesmo para os cristãos Facebook é mais popular que Bíblia.

Ao longo dos anos surgiram várias “redes sociais cristãs”, que se propunham, entre outras coisas, em aproximar as duas coisas. Algumas, inclusive, foram criadas por brasileiros, como a Wittle, a AnSocial ou a mais recente, Hizby. Por enquanto, nenhuma delas teve muito sucesso em ajudar os cristãos a equilibrar o tempo gasto na frente do computador e na frente da Bíblia.

Fonte: Gospel Prime

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Desembargador prega o fim da imunidade tributária às igrejas para combater “riqueza visível no bolso dos dirigentes”

 

Desembargador prega o fim da imunidade tributária às igrejas para combater “riqueza visível no bolso dos dirigentes”

O crescimento dos evangélicos no Brasil e os constantes escândalos financeiros que pastores neopentecostais protagonizam estão tornando-se o principal motivador da ideia de que a imunidade tributária das igrejas deve ser banida.

A opinião, controversa por, em tese, ferir parte do direito à liberdade religiosa, tem crescido entre especialistas do assunto, que entendem que tal dispositivo constitucional tem sido usado de forma fraudulenta por alguns líderes religiosos.

O desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo Carlos Henrique Abrão partilha deste pensamento e publicou artigo no site Consultor Jurídico defendendo o fim da imunidade às igrejas. Em seu texto, Abrão afirma que “o conceito hermético constitucional sobre a ampla e irrestrita imunidade tributária dos templos religiosos e atividades congêneres precisa urgente e rapidamente ser revisto”.

Para o desembargador, “não se justifica mais essa parafernália no modelo de expansão do neoprotestantismo e do ecumenismo cotidianos”, pois a sociedade tem assistido “ao crescimento desmesurado de pseudosseitas religiosas, as quais mais enriquecem seus pastores do que o próprio rebanho”.

O tom crítico se estende à Igreja Católica, que na opinião do desembargador, “sem qualquer dúvida, também quando explora atividade econômica, ou de conteúdo empresarial, igualmente sofreria tributação” caso a legislação fosse revista.

“O conceito largo da imunidade fez desenvolver riquezas e obras absurdas de várias entidades, as quais competem entre si para colocar piso de mármore e outras riquezas exteriores, já que aquelas interiores estão nos bolsos de seus dirigentes”, dispara Abrão.

De acordo com o desembargador, a própria Receita Federal já tem se antecipado ao clamor por mudanças e buscado por fraudes entre os líderes religiosos: “O Fisco vem se mostrando sensível na radiografia e monitoramento das entidades associativas religiosas, de tal modo que o conceito constitucional utiliza o viés do templo, mas existem centenas ou milhares deles espalhados pelo país, além de livros, jornais e revistas, tudo em nome do bom pastor, no caso, o chefe religioso da seita, que blinda seu patrimônio e tudo o faz naquele em quem confia, o imposto de renda sem incidência”.

O princípio de imunidade tributária para que a entidade religiosa se sustente sem o ônus dos impostos já não faz sentido, segundo Abrão, quando a instituição se porta como uma empresa qualquer num mercado com ferozes concorrentes: “A imunidade plena ou alíquota zero para essas atividades não reprime os desvios e muito menos a ganância que ostentam seus líderes, mormente com rádios e canais de televisão, tudo sob o aspecto da não concorrência, já que estão, em tese, isentos ou mais fortemente imunes”, observa o desembargador.

Em sua conclusão, Carlos Henrique Abrão faz referência às palavras de Jesus para argumentar favorável ao fim da imunidade tributária: “Essa riqueza visível aos olhos de muitos e invisível para fins de tributação acaba gerando uma distorção de natureza da capacidade contributiva, fazendo com que os assalariados recolham mais, enquanto outros vagam pelos caminhos religiosos, sob a capa da absoluta certeza de que suas obras pertencem a Deus, e não a Cesar, no conceito jurídico tributável, com o que não podemos simpatizar”.

Não deixe de compartilhar no Facebook esta mensagem clicando no link abaixo.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Ivete Sangalo publica saudação a Iemanjá e recebe críticas de cristãos

 

 

Ivete Sangalo publica saudação a Iemanjá e recebe críticas de cristãos

No último domingo (2) se comemorou o Dia de Iemanjá e a cantora Ivete Sangalo publicou uma foto em homenagem à “deusa das águas” e acabou recebendo diversas críticas de cristãos que seguem seu Instagram.

Junto com a foto a cantora escreveu: “Salve Iemanjá!!!”. Seguidora de religiões afro-brasileiras, Ivete nunca escondeu sua crença, mas dessa vez sua declaração de fé teve respostas imediatas.

“Não terás outros deuses além de mim. Não farás para ti nenhum ídolo, nenhuma imagem de qualquer coisa no céu, na terra, ou nas águas debaixo da terra”, escreveu uma internauta citando trechos do livro de Êxodo.

Mas além de críticas como “tá repreendido…só Jesus na causa!” e “minha mãe nunquinha! Tá repreendido. Só tenho um pai, Deus criador dos céus e da terra”, a cantora também recebeu apoio.

Ivete Iemanjá

“Salve! Vocês que não concordam com a crença das religiões afro, estão em seu direito, mas lembrem-se, respeitar é bom, eu particularmente não sigo essas crenças, mas seus adeptos têm meu respeito”, disse outro internauta.

“O povo ignorante. Cada um com sua fé, vamos respeitar a religião do próximo, ninguém precisa aceitar, mas tem a obrigação de respeitar! Salve Yemanja, Ori ôôôô!”, escreveu um rapaz que também é seguidor de religiões afro.

“O povo que é de outras religiões arruma demônio em tudo né acho que eles deveriam cuidar de suas vidas ao invés de criticar a crença dos outros”, disse uma jovem.

Fonte: Gospel Prime

Xuxa usa rede social para pedir orações por sua mãe, em estado grave por conta de pneumonia: “Peça a Deus para minha Aldinha melhorar”

 

Xuxa usa rede social para pedir orações por sua mãe, em estado grave por conta de pneumonia: “Peça a Deus para minha Aldinha melhorar”

A apresentadora Xuxa Meneghel usou sua página no Facebook para pedir orações por sua mãe, que está internada numa unidade de terapia intensiva do Hospital Barra D’or, no Rio de Janeiro (RJ).

Dona Alda, como é conhecida a mãe da apresentadora, está em internada por causa de uma pneumonia que foi agravada pelo Mal de Parkinson. Em tratamento desde o dia 14 de janeiro, dona Alda está em estado grave.

“Oi gente! Desculpa eu estar tão afastada de vocês e entrar aqui e pedir uma coisa, mas é que é muito importante. Então… até mesmo que você não goste de mim, por favor, eleve seus pensamentos agora e peça a Deus pra minha Aldinha melhorar, sei que com a ajuda de vocês ela vai conseguir sair dessa. Obrigada desde já e que Deus abençoe cada um de vocês (sem exceção) Beijos X”, escreveu Xuxa.

 

O estado de saúde da mãe da apresentadora é delicado, e as visitas tem sido restritas. De acordo com informações do G1, Xuxa tem passado a maior parte do tempo com a mãe no hospital, que teria providenciado um leito improvisado para que a apresentadora possa ficar o maior tempo possível com dona Alda no quarto onde ela está internada.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Rio de Janeiro investirá R$ 1 milhão na construção de “macumbódromo”

 

 

Rio de Janeiro investirá R$ 1 milhão na construção de “macumbódromo” 

 

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente do Rio de Janeiro vai criar um espaço exclusivo para rituais de umbanda e candomblé.

O projeto tem como objetivo oferecer um local adequado para a realização desses rituais que são feitos em áreas urbanas causando grande polêmica com seguidores de outras crenças e também com ecologistas, como mostrou uma reportagem da revista Isto É.

Para a construção do “macumbódromo” a Secretaria deve investir R$ 1 milhão. O espaço terá 4.500 m² e estará localizado na Curva do S, no Alto da Boa Vista, zona Norte do Rio de Janeiro.

Nesse local serão construídos 15 recantos decorados com totens cada uma com as características dos orixás, também haverá duas entradas com placas orientando o comportamento dos visitantes, além de 2 banheiros públicos.

O secretário da pasta, Carlos Minc, declara que além do “macumbódromo” outras duas áreas do Rio de Janeiro receberão espaços religiosos. “Dessa forma será possível (aos praticantes) fugir de santuários e parques privados que cobram pela entrada para a prática de cultos”, disse ele.

A Curva do S já é usada por seguidores da umbanda e do candomblé para realizar trabalhos, o problema é que no dia seguinte o espaço fica sujo e ecologistas reclamando do impacto negativo que isso causa no meio ambiente.

No projeto da construção do “macumbódromo” a prefeitura irá pavimentar o espaço, para impedir incêndios, e ainda uma central de tratamento de resíduos. As obras começam agora em fevereiro.

A Mãe Fátima Damas, presidente da Congregação Espírita Umbandista do Brasil (CEUB), apoia a ideia. “O reconhecimento de um espaço para a gente por parte das autoridades acaba com aquela ideia distorcida de que estamos fazendo algo irregular”, disse ela à Isto É.

Mas há outros religiosos que estão desconfiados, como é o caso de Dayse Freitas, diretora cultural da Federação Brasileira de Umbanda. “Apoiamos, desde que não encurralem a gente em um canto cercado e pequeno, sem policiamento”, disse ela.

A antropóloga do departamento de ciências sociais da PUC-Rio, Sônia Giacomini, também comentou o assunto dizendo que a criação do “macumbódromo” não deve proibir que esses religiosos façam suas oferendas em outros lugares.

“Essa permissão só não pode significar a impossibilidade de uso de outros espaços públicos para rituais”, afirmou.

Fonte: gospelprime

MMA não é compatível com os valores cristãos, diz bispo Walter McAlister

 

 

MMA não é compatível com os valores cristãos, diz bispo Walter McAlister 

 

Ao contrário de muitos evangélicos, e até mesmo de líderes evangélicos, o bispo Walter McAlister, da Igreja Nova Vida, não acredita que o MMA seja compatível com os valores cristãos.

Em um vídeo postado em seu canal no Youtube ele comenta sobre o tema descrevendo a luta como uma “pancadaria onde dois homens entram em uma jaula e surram um ao outro até que um fique desacordado”.

McAlister sabe que há lutadores evangélicos e que tem pastores que apoiam as lutas, mas ele não concorda com essa modalidade esportiva. “É um culto à violência contra o próximo e me parece uma forma muito estranha de entretenimento”, diz.

“Creio que qualquer prazer que você tire da violência alheia é algo que não acha abrigo nos valores cristãos. Não concordo com isso.”

O bispo primaz da Igreja Nova Vida é praticante de surf, um esporte radical, mas não violento como ele mesmo pondera. “Eu sei que os lutadores de jiu-jitsu evangélicos e gospel vão me mandar cartas, vocês vão me xingar e vão dizer ‘ah bispo vai lá fazer tricô’, mas não é nada disso… Meu esporte é o surf. Ele é considerado um esporte radical tem uma certa violência no sentido de ser muito difícil fisicamente, muito vigoroso, mas não machuco ninguém, certamente não de propósito, já fui machucado, mas também não de propósito.”

McAlister chega a comparar o MMA com o circo dos gladiadores, dizendo que gostar desse esporte não é a mesma coisa que gostar de futebol, por exemplo. “A violência, embora esteja presente no futebol, não é o objetivo do jogo. O objetivo é marcar gol.”

“Agora o objetivo desse esporte (MMA) é causar a dor, é machucar é vencer o oponente lhe causando dano físico. Você pode dizer que existe lutadores que são cristãos, mas não compreendo isso e apesar de todos os argumentos que já ouvi, não me convenço que essa seja uma atividade cristã”, encerra ele.

Fonte: gospelmais

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Humilhação: sírios ‘comem grama’ para enfrentar fome

Pelo menos 15 palestinianos morreram de fome, desde setembro, num campo de refugiados sitiado na capital síria, DAMASCO, segundo a agência da ONU para os Refugiados Palestinianos

Pelo menos 15 palestinos morreram de fome, desde setembro de 2013, num campo de refugiados sitiado na capital Síria, segundo a agência da ONU para os Refugiados Palestinos

Moradores da sitiada cidade de Homs, na Síria, estão tão desesperados por alimentos que têm comido “qualquer coisa que cresça no chão, plantas, até grama”, disse à BBC o sírio Baibars Altalawy. A cidade está sob ataque das tropas do governo há mais de um ano e meio.

Segundo Altalawy, os moradores das partes sitiadas dependiam de alimentos, remédios e combustível enviados ao local quando o estado de sítio foi imposto. Mas esses suprimentos acabaram.

“Se não morrermos por conta dos bombardeios ou dos franco-atiradores, vamos morrer de fome ou frio”, disse Altalawy, 24 anos, via Skype, de Homs.

A população local esperava que a conferência em Genebra, que discute a guerra civil na Síria, levasse à criação de rotas seguras para que os moradores pudessem abandonar Homs –mas Altalawy afirma que, se o regime quisesse ajudar a população a escapar, já o teria feito.

O mediador da ONU, Lakhdar Brahimi, tenta obter acesso humanitário à área sitiada, mas os diálogos permanecem emperrados. A delegação síria exige garantias de que a ajuda humanitária americana não irá para “grupos terroristas armados” na cidade.

São 13 distritos, incluindo a histórica Cidade Velha de Homs, que estão “totalmente sitiados”, afirmou Altalawy.

“Há famílias, mulheres, idosos, feridos (ali), e muitos dos idosos precisam de medicamentos para doenças crônicas”, prosseguiu o sírio. “Não temos recebido nenhuma ajuda, tudo o que vemos diariamente são confrontos. Os rebeldes nas áreas sitiadas estão fazendo o que podem para impedir a entrada das tropas do regime”.

Fome

Na falta de alimentos, Altalawy diz que a população está colhendo qualquer tipo de planta ou grama. “Daí cozinhamos com água, usando madeira (para o fogo), porque não temos gás”.

Só que essas gramas e arbustos têm causado indigestão e febre em alguns moradores. “Alguns dias atrás, um idoso morreu seis horas após comer a grama”.

Altalawy afirma também que o bombardeio sobre a cidade não tem tido trégua – e que áreas de população civil estão sendo “diretamente alvejadas” pelas forças ligadas ao ditador Bashar al-Assad.

“Muitos morreram porque não temos equipamento ou medicamentos para salvar suas vidas. O pouco que sobrou de remédio está vencido, mas temos usado mesmo assim”.

Sem esperança

A situação médica é tão desesperadora quanto à situação humanitária, agregou. “Quando alguém é ferido, só o que podemos fazer é rezar a Deus para aliviar sua dor, porque não podemos tratá-lo ou sequer alimentá-lo”.

Além da população sitiada, 700 mil pessoas foram forçadas a se deslocar por conta dos conflitos, diz o sírio – muitas estão abrigadas em prédios públicos ou em acampamentos improvisados fora das áreas bombardeadas.

Há “pouca esperança” quanto aos sucesso das negociações em Genebra. “Estamos à beira da morte, e não há formas de tirar os doentes ou feridos (da cidade). E sabemos que qualquer pessoa que tente escapar do sítio será morta com certeza”.

Deixe o seu comentário no Verdade Gospel.

Fonte: Folha/BBC Brasil

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Peido de vacas provoca explosão na Alemanha

 

vacas[1]

 

O gás metano expelido por vacas provocou uma explosão em um celeiro na Alemanha nesta segunda-feira (27). A explosão feriu um dos animais e danificou o teto do celeiro no vilarejo de Rasdorf, na região central do país.

O gás acumulou-se com a flatulência e arrotos expelidos por cerca de 90 vacas, que se acumulou no local. A polícia disse à agência de notícias Reuters que um foco de ‘energia elétrica estática provocou a explosão do gás’.

Os serviços de emergência que visitaram à fazenda realizaram medições de gás metano no local.

Cada vaca é capaz de emitir 500 litros de gás metano por dia. O impacto ambiental da pecuária é alto, já que o metano é nocivo ao meio ambiente.

As vacas também expelem amônia, que pode danificar solo e água, devido ao nível tóxico de acidificação.

Deixe o seu comentário no Verdade Gospel.

Fonte: G1

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

padre Fábio de Melo critica idolatria a Maria e gera polêmica

 

padrefabiodemelo

O padre Fábio de Melo é uma das maiores lideranças católicas do Brasil. Sacerdote, escritor e professor universitário, com pós-graduação na área de educação, ele exerce uma grande influência na igreja católica. Embora muitas vezes suas posições não são exatamente o que poderia se esperar de um padre conservador.

Recentemente participou do programa Altas Horas da Rede Globo, causando polêmica ao defender a união civil de gays, fazendo uma distinção do casamento religioso. Para ele, “são duas coisas diferentes”.

Na última semana um vídeo de uma pregação do padre foi colocado na internet e rapidamente se tornou popular nas redes sociais. Suas declarações que não chegam a dois minutos, atingem em cheio um dos dogmas da Igreja Católica e motivo de divisão há séculos entre católicos e evangélicos.

Fábio de Melo se diz com medo de o cristianismo ser “nivelado por baixo” no país e “a devoção mariana fora do seu lugar, tomando o lugar o Cristo”. Ele fez um apelo para a mudança de mentalidade, asseverando: “É Jesus que nos salva. É Jesus que nos resgata. É Cristo que nos liberta”.

Entre os comentários das redes sociais estão diversas críticas de católicos. “Este padre está falando por si, ele não está representando bem a igreja católica!”, disparou a internauta Beatriz Franco. Por outro lado, foi comemorada por evangélicos: “Ainda falta muito … Mas isso já é um grande sinal que as orações dos crentes em favor dos padres já está fluindo diante do trono de Deus”, escreveu o internauta Jairo Mello.

fonte: gospel prime

Ator protagonista de comercial da Marlboro morre de doença pulmonar

 

Anúncio da Marlboro na década de 70 protagonizado por Eric

Anúncio da Marlboro na década de 70 protagonizado por Eric

O ator Eric Lawson, que protagonizou anúncios do cigarro Marlboro na década de 1970, morreu aos 72 anos, vítima de uma doença pulmonar. Sua mulher Susan Lawson informou que ele faleceu no domingo dia 10 de janeiro, em sua casa na Califórnia.

Lawson foi diagnosticado com doença pulmonar obstrutiva crônica (DPCO). O principal fator de risco para esta doença é o tabaco.

O atraente Lawson aparecia como vaqueiro nos comerciais que foram divulgados entre 1978 e 1981. Também teve breves aparições em programas de televisão, como nas séries “As Panteras” (1976-1981), “Dinastia” (1981-1989) e “Baywatch” (1989-2001), antes de se lesionar num set de um filme de faroeste, o que acabou encerrando sua carreira artística.

Fumante deste os 14 anos, Lawson depois apareceu num comercial contra o tabagismo, onde parodiava o seu personagem nos anúncios da empresa de cigarro. Apareceu ainda no programa “Entertainment Tonight” para falar dos efeitos negativos do tabaco. Além de sua esposa, o ator deixa seis filhos.

Outros atores de comerciais de tabaco morreram de doenças relacionadas ao fumo, como David Millar, que teve um enfisema pulmonar em 1987, e David McLean, um câncer de pulmão em 1995.

Deixe o seu comentário no Verdade Gospel.

Fonte: O Globo

Governo do Irã está banindo o cristianismo e fechando as igrejas em todo o país

 

Governo do Irã está banindo o cristianismo e fechando as igrejas em todo o país

Nas últimas semanas a atenção mundial se voltou para o Irã por causa dos elogios de diversos líderes internacionais à decisão do país em fechar parte de seu programa nuclear. Parte dessa atenção vem também do fato de que o anúncio do Irã pode motivar o fim de algumas das sanções econômicas impostas a ele pelos Estados Unidos e União Europeia, como parte do acordo feito no ano passado sobre o fechamento do programa nuclear.

Porém, um fato que passa despercebido, apesar de o Irã de estar no centro das atenções mundiais, é a crescente perseguição religiosa que os cristãos enfrentam no país. Segundo Michael Wood do ministério Portas Abertas nos EUA, está em andamento um fechamento sistemáticos das igrejas cristãs em todo o país.

- É basicamente ilegal até mesmo ir a uma igreja – explica Wood, que revela ainda que o governo tem seguido e examinado a vida de supostos cristãos, com o objetivo de fechar as igrejas que estes frequentam.

Com isso, ele conta que muitos grupos de cristãos têm se reunido em casas, ao invés de ir às igrejas. Porém, a reunião de um grande número de pessoas nas casas acaba chamando a atenção também, e toda essa situação tem tornado ainda mais difícil a vida dos cristãos no país.

Segundo Wood a situação dos cristãos no Irã só tem se agravado desde a última eleição presidencial, mas, a despeito disso, um grande número de pessoas está se convertendo, oque gera ainda mais resistência por parte do governo islâmico iraniano.

Em nono lugar na Open Doors World Watch List, publicação anual do ranking de 50 países onde a perseguição aos cristãos é mais severa, o Irã tem reagido de maneiro enérgica ao crescimento do número de cristãos no país, fechando igrejas e perseguindo aqueles que se convertem do islamismo ao cristianismo.

Porém, Wood afirma que “sob a perseguição que está acontecendo, você vê uma Igreja em crescimento”.

 

Diante dessa situação, o ministério Portas Abertas pede aos cristãos do mundo inteiro que orem em favor dos irmãos iranianos, para que eles tenham perseverança, e continuem compartilhando sua fé.

Por Dan Martins, para o Gospel+

A música gospel hoje se tornou uma indústria, diz Marcos Witt

A música gospel hoje se tornou uma indústria, diz Marcos Witt

A música gospel hoje se tornou uma indústria, diz Marcos Witt

O sucesso do mercado de música religiosa, mais comumente classificada como gospel no Brasil, é algo além de qualquer dúvida. Não por acaso muitas gravadoras seculares têm contratado cantores e grupos evangélicos. Como resumiu o cantor e missionário Rodolfo Abrantes, da Bola de Neve: “Elas só estão querendo ganhar dinheiro”.

Este mês, o jornal mexicano El Universal fez uma reportagem com o pastor e cantor Marcos Witt, um dos mais influentes do continente americano. O título da matéria é sugestivo, “A fé move montanhas de dinheiro”.

Em resumo, a análise de Witt do cenário nos países de fala espanhola não é diferente do que acontece no Brasil. Entre muitas coisas, ele disparou “A música gospel hoje se tornou uma indústria”.

A questão central é que ocorre no México algo similar ao que se vê no Brasil. Tanto artistas católicos quanto evangélicos são rotulados como “gospel” e estão tendo uma crescente penetração nas rádios seculares.

Para Marcos Witt, que percorre a América Latina com a turnê “Supernatural” nos últimos dois anos e já foi visto por mais de 1,7 milhão de pessoas, é preciso que haja uma estrutura complexa e cara. “É correto que nos organizemos, pois precisamos pagar impostos, royalties e salários dos funcionários. Neste sentido acabamos fazendo parte dessa indústria. Por outro lado, eu também lembro que Deus nos dá dons gratuitamente e sabe que precisamos alimentar nossas famílias”, explica o pastor que também é dono da gravadora CanZion.

Em suma, essa “indústria gospel” é positiva desde que seja bem utilizada. Contudo, o cantor sente-se incomodado ao ver as pessoas tratarem o ministério de louvor como “apenas um negócio”. Ao ser questionado sobre a pirataria, Witt revelou que já se acostumou a ver pessoas vendendo produtos “não autorizados” com a sua imagem em canecas, faixas e camisetas entre outros.

Embora não aprove esse tipo de merchandising, afirma saber que aqueles vendedores “serão capazes de levar o pão para os seus filhos por minha causa. Está tudo bem se eles vendem a minha imagem e meu nome sem o meu conhecimento, na minha mente e no meu coração isso está resolvido, estou tranquilo”.

fonte: gospel+

Ampola roubada com o sangue de papa pode ser usada em ritual satânico

 

Ampola roubada com o sangue de papa pode ser usada em ritual satânico

Ampola roubada com o sangue de papa pode ser usada em ritual satânico

No último sábado (25) foi roubada uma ampola com sangue do papa João Paulo II. Ela foi levada junto com um crucifixo. Ambos estavam na pequena igreja de San Pietro della Ienca, na região montanhosa de Abruzzo, local que o falecido papa costumava visitar com frequência.

Atualmente, 50 agentes da polícia italiana fazem buscas na região, mas sem sucesso. Pasquale Corriere, presidente da associação cultural “San Pietro della Ienca” afirmou que só existem três frascos no mundo com sangue do papa João Paulo II. Um deles foi roubado em agosto de 2012, mas encontrado algumas horas depois, perto de uma estação férrea no litoral de Roma.

Com a canonização marcada para o próximo dia 27 de abril, a imprensa italiana tem questionado que valor teria um frasco de sangue. As autoridades italianas já disseram acreditar que o roubo foi encomendado, pois os ladrões levaram apenas a relíquia, deixando para trás muitos outros objetos de valor que estavam na igreja.

Contudo, nesta segunda, a declaração de um dos investigadores causou pânico na Itália. Segundo ele, a polícia não descarta a possibilidade de o roubo ter acontecido para um ritual satânico. Obviamente, a especulação gerou furor na internet, especialmente em fóruns onde se debate sinais do fim do mundo e “provas” de que o anticristo será um papa. Com informações de NBC e USA Today

Fonte: gospel+

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Mãe de Justin Bieber lança campanha de oração pelo filho preso

Mãe de Justin Bieber lança campanha de oração pelo filho preso 
 
Como toda mãe, Pattie Mallette está preocupada com seu filho Justin Bieber. Ela tem esperanças que Deus intervenha na vida de seu filho, que foi preso ontem, acusado de dirigir sob efeito de drogas e álcool, resistir a prisão e guiar com a carteira de motorista suspensa. Passou a noite na cadeia e foi liberado sob fiança.
Em entrevista ao jornal britânico The Sun, Pattie disse estar muito preocupada com Justin, que tem se envolvido constantemente em confusões com a polícia em diferentes países. Embora a matéria tenha sido publicada antes da prisão de Bieber por dirigir alcoolizado, parecem ainda mais fortes agora que ele terá de responder à justiça americana.

“Eu acho que muitas pessoas vão para a indústria do entretenimento com fortes raízes cristãs. Eles entram com a moral certa, mas deixam-se influenciar de alguma forma. Eu peço que as pessoas pensem em Justin com carinho. Eu oro todos os dias por ele”, confessou. Logo em seguida acrescentou: “Não o critiquem quando ele faz este tipo de coisa, não o condenem, orem por ele”. Essa campanha de oração pelo cantor teve repercussão nas redes sociais.

O astro adolescente nasceu no Canadá, mas mora nos Estados Unidos. Aos 19 anos, o artista não para de se envolver em escândalos, principalmente por causa de sua relação com as drogas. Este mês, policiais encontraram cocaína em sua casa, na Califórnia. O motivo da revista foi a denúncia de um vizinho reclamando que o adolescente atirou cerca de 20 ovos na sua casa.

Não é a primeira vez que Pattie, 37, pede que as pessoas orem pelo filho. Cristã convicta, ela escreveu uma biografia onde conta que se envolveu com drogas e álcool e que, aos 17 anos, pensou em se suicidar. Ao ficar grávida de Justin, cogitou fazer um aborto. Foi nessa época que ela se converteu.

Das outras vezes que se meteu em confusão com polêmicas por causa de suas atitudes, Bieber usou as redes sociais para se justificar, afirmando que só Deus poderia julgá-lo e “Sou cristão, mas não sou perfeito”.

Fonte: gospelprime notícias 

Marta Suplicy é condenada e tem direitos políticos cassados por três anos

 

 
A ex-prefeita de São Paulo e atual ministra da Cultura, Marta Suplicy, foi condenada por improbidade administrativa pela Justiça de São Paulo por atos à frente do Executivo municipal no período de 2001 a 2005. A decisão, publicada no dia 9 de janeiro, é do juiz Alexandre Jorge Carneiro da Cunha Filho, da 1ª Vara da Fazenda Pública da capital paulista.

Além da suspensão dos seus direitos políticos por três anos, Marta Suplicy foi condenada ainda a pagar multa no valor de cinco vezes o que ela recebia de remuneração no período em que foi prefeita.

O advogado Pedro Estevam Serrano, que representa Marta na ação, disse que respeita a decisão, mas irá recorrer da sentença dentro do prazo legal, que é de até 15 dias após a publicação da decisão. Segundo ele, outro contrato idêntico entre a Prefeitura de São Paulo e a GTPOS durante a gestão da petista na administração municipal teve decisão favorável da Justiça.

De acordo com a denúncia do Ministério Público, Marta Suplicy contratou sem licitação, em 2002, a organização não-governamental GTPOS (Grupo de Trabalho e Pesquisa em Orientação Sexual) para desenvolver ações sobre planejamento familiar, métodos contraceptivos e sexualidade para os moradores das subprefeituras de Cidade Ademar e Cidade Tiradentes, ambas na Zona Leste de São Paulo.

A secretária municipal da Educação na gestão de Marta Suplicy, Maria Aparecida Perez, também teve seus direitos políticos cassados por três anos e ainda terá de pagar multa equivalente a cinco vezes o salário dela na época.

A ONG também foi condenada a pagar multa no valor de 10% do contrato original firmado com a administração, de R$ 372.119,19 na época, o qual deve ser atualizado segundo os índices oficiais acrescido de juros moratórios contados da última citação realizada nos autos do processo. E foi proibida de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócia majoritária, pelo prazo de três anos.

Em sua decisão, o juiz afirma que os documentos apresentados comprovam que a “contratação ilícita levou ao favorecimento da entidade, que, em sua origem, teve relações estreitas com a chefe do Executivo local”. Marta Suplicy foi sócia-fundadora da ONG.

“Nestes termos, verifica-se que o gestor desviou-se de seu dever de imparcialidade, praticando conduta voluntária e consciente, favorável à entidade com que há pouco mantinha estreita relação funcional, não se resguardando quanto à licitude objetiva do processo de escolha do prestador de serviço, para o que era imprescindível, no mínimo, a consulta de preços dirigida a demais agentes aptos à atividade contratada”, completa a decisão judicial, da qual cabe recurso.


Deixe seu comentário no Verdade Gospel.
Fonte: G1