Me acompanhe pelo e-mail

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Outdoors com versículos bíblicos são censurados pela justiça por homossexuais se sentirem ofendidos

Outdoors com versículos bíblicos são censurados pela justiça por homossexuais se sentirem ofendidos
Foi retirada a mensagem contra gays contida em um outdoor de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, após determinação da Justiça. Neste domingo (21), dia em que a cidade é palco da 7ª Parada do Orgulho LGBT, a frase bíblica já não era mais vista.
Uma liminar concedida pela Justiça no início da noite da sexta-feira (19) determinou a retirada imediata do cartaz próximo à Câmara Municipal.
O juiz substituto da 6ª Vara Cível de Ribeirão Preto Aleksander Coronado Braido da Silva determinou que a mensagem não seja publicada em nenhum outro meio de comunicação. Caso a decisão não seja cumprida, o responsável pagará uma multa de R$ 10 mil. O defensor público Victor Hugo Albernaz Junior, que entrou com a ação civil pública na tarde da sexta-feira, alegou homofobia. “As frases usadas eram agressivas, discriminatórias e com conteúdo homofóbico”, afirmou.
“Tínhamos urgência para não ter uma discussão maior durante o evento (a Parada Gay). Tentamos uma negociação antes de entrar com a ação, mas a pessoa com quem fizemos contato não demonstrou intenção de retirar o outdoor.”

Manifestação

Segundo o coordenador geral de infraestutura da Parada Gay, Fábio de Jesus, o outdoor era ofensivo. “Aceitamos qualquer manifestação bíblica, mas somos contra o que nos ofende. Até mesmo os heterossexuais que são simpatizantes do LGBT estão sendo ofendidos com a mensagem”, afirmou.

Fonte: G1

Líder de igreja gay de São Paulo diz que beber e fumar não são pecados e diz que sexo só depois do casamento é hipocrisia

Líder de igreja gay de São Paulo diz que beber e fumar não são pecados e diz que sexo só depois do casamento é hipocrisia
A Igreja da Comunidade Metropolitana, uma das igrejas inclusivas no Brasil, comemora no próximo dia 20/8 uma década no território nacional e em uma entrevista ao site Mix Brasil o responsável pela denominação aqui no país, o reverendo Cristiano Valério fala a respeito de suas crenças e forma de interpretação da Bíblia e segundo ele do olhar fundamentalista dos cristãos tradicionais sob a mesma.
Cristiano Valério diz que a ICM tem como “missão” fazer frente a toda forma de opressão religiosa, social, qualquer forma de preconceito e conta que a ICM é uma das poucas organizações religiosas no mundo que é dirigida por uma mulher atualmente, a reverenda Nancy Wilson é a moderadora mundial da igreja já há alguns anos, depois da aposentadoria do reverendo Troy, que foi o fundador da comunidade inclusiva.
Ele diz que as igrejas evangélicas costumam reproduzir um discurso religioso evangélico do Brasil, e que pelo contrário, a igreja inclusiva repudia o discurso a este e que costumam até evitar alguns termos que são surrados por seus irmãos evangélicos. Referente ao posicionamento de relacionamento com as igrejas não-inclusivas, há uma tentativa de olhar para estes como irmãos e irmãs, ainda estes segundo ele sendo equivocados e limitados, buscando ver que eles também sãos filhos de Deus como qualquer um outro, ressaltando que mesmo que estes nãos os tratem assim.
Dentro da visão do reverendo Cristiano Valério não é errado beber e fumar, ele ainda usa a citação da passagem bíblica em que Jesus transformou a água em vinho e uma festa de casamento “Na verdade a gente tem dificuldade é com os excessos. A pessoa quando perde o controle não é legal. E assim é com bebida e com tudo que é bom nessa vida, o que se bebe, o que se come, tudo, o sexo também. Porque isso pode virar uma patologia, alguém sofrer com isso. Se está dando prazer e é legal isso é maravilhoso. O problema é quando a pessoa começa a sofrer com isso.” Diz o reverendo.
Para Cristiano o princípio de castididade até o casamento apregoado pelo cristianismo, como diria ele ‘o fundamentalista’, é a mais pura hipocrisia e afirma ” esse discurso hipócrita de que pecado é cometido com a genitália, tudo que tem a ver com órgão sexual é pecado. Isso a gente herdou de alguns pensamentos muito complicados. Na ICM a gente desconstrói esse pensamento religioso, por isso algumas pessoas ficam escandalizadas com a forma natural que a gente fala de sexo, pra gente sexo é uma benção, uma coisa maravilhosa. E faz também um movimento de reconciliação da sexualidade com a espiritualidade. Pra gente o ser humano é um todo indissociável, e essa pulsão, esse desejo, isso tudo é maravilhoso. Desde que com responsabilidade, desde que não seja em um contexto de violência, de abuso.”
HOMOSSEXAULIDADE X BÍBLIA, POR REVERENDO CRISTIANO VALÉRIO (ICM)
“Existem algumas particularidades na construção da imagem da ‘família da Bíblia’ que não condizem com o discurso que foi construído pelos cristãos, como, por exemplo, esse pensamento de que família é pai, mãe e o casal de filhinhos. Isso não existe na Bíblia, pois os homens tinham vá. Monogamia na Bíblia inexiste, os homens tinham várias mulheres. E agora começa a ter um discurso monogâmico.”
E em relação a  Gênesis quando se fala de que criou Deus home e mulher e que por esta razão, aquele que fosse contrario a sua natureza estaria em pecado, ele defende que a história de Gênesis é para mostrar para as pessoas que Deus é a origem de tudo, mas não para explicar como foi e que os primeiros dois capítulos se contradizem, existindo dois relatos da criação.
“Com homem não te deitarás, como se fosse mulher; abominação é (Levitícos 18:22).” Para as igrejas inclusivas, os evangélicos olham para esta passagem isolando o versículo do restante do texto e o usando totalmente fora do contexto para atacar ao homossexuais. “Porque se você for ler o capítulo inteiro ele não está falando de relacionamento amoroso entre dois homens, nem de sexo consentido entre dois homens. Está no contexto de uma adoração a um deus pagão chamado Moloch em que as pessoas às vezes eram obrigadas a servir como prostitutas do templo”, Cristiano.
Gênesis 19 – Sodoma e Gomorra: segundo Cristiano esse é um texto que se tornou clássico dos evangélicos para atingir oas GLS`s, mas diz que para ele a atitude dos sadomitas não os indicavam sinais de homossexualismo, mas sim que eles estava querendo violentar sexualmente aos hóspedes de Ló, independentemente de suas opções sexuais e ainda ironiza: “todo mundo é unânime nas igrejas fundamentalistas: Deus destruiu Sodoma porque era todo mundo gay. Mas olha que absurdo, uma população inteira era gay, os gays tinham filhos lá, olha a viagem! Tipo, Deus teve um desequilíbrio emocional e falou ‘não, vou matar todo mundo porque todo mundo é gay, eu não gosto’. É uma viagem doida.”
Fonte: Gospel+

Igrejas são incendiadas por extremistas muçulmanos

Igrejas são incendiadas por extremistas muçulmanos
Extremistas muçulmanos incendiaram uma igreja em Zanzibar, ilha na costa da Tanzânia, no sábado, 30 de julho, três dias após a instalação de uma congregação, disseram os líderes da igreja. O templo foi reduzido a cinzas.
Em Fuoni, na costa sul de Zanzibar, extremistas islâmicos incendiaram o prédio da igreja Assembleia de Deus da Tanzânia (EAGT), que queimou por quase duas horas, disse o pastor Leonard Massasa, supervisor das Assembleias de Deus em Zanzibar. Os agressores gritavam: “Fora com esta igreja, nós não queremos infiéis para estragar nossa comunidade e nossos filhos”, relatou o pastor Massasa.
“Amanhã é domingo: meus membros, que são quase 40 pessoas, não terão um lugar para cultuar a Deus”, disse o pastor Paulo Magungu, da igreja EAGT de Fuoni. Demonstrando medo em sua voz, o pastor ainda acrescentou: “Relatamos o caso à delegacia de polícia. Espero que a justiça seja feita.”
Em Kianga, a cerca de 10 km de Zanzibar, outro prédio de uma igreja foi incendiado na quarta-feira, 27 de julho, queimando por duas horas, disse o pastor George Frank da Igreja Evangélica Pentecostal Livre na África. O incêndio ainda destruiu 45 cadeiras do templo.
“Eu tenho 36 membros e vai ser muito difícil eles se reunirem amanhã”, disse o pastor no sábado, 30 de julho. “Os membros estão com medo, pois não sabem o que os muçulmanos estão planejando fazer. Pedimos a Deus para nos ajudar a enfrentar este momento.”
Na ilha de Pemba, vizinha a Zanzibar, existe a suspeita de que extremistas muçulmanos tenham destruído um templo da igreja Adventista do Sétimo Dia, dia 17 de junho, segundo uma testemunha. “Foi por volta de 1 da manhã que vi a igreja pegar fogo”, disse um vizinho, que pediu anonimato. “Há algum tempo, houve problemas e os muçulmanos não deixavam que a igreja construísse seu prédio.”

Governadora apela a Deus pelo fim de seca em estado

Governadora apela a Deus pelo fim de seca em estado
Nos últimos dias, os Estados Unidos tem enfrentado uma forte onda de calor em toda região central do pais desde a fronteira com o Canadá ate o Texas.
No último domingo a governadora do Oklahoma, a republicana Mary Fallin, pediu encarecidamente para que a população “se una numa oração para que haja chuva”.
Os meteorologistas informam que as sensações termicas nos EUA tem batido recordes, e torna-se cada vez mais perigoso, em função do alto nível de calor junto a baixa umidade extrema.
As temperaturas chegam a 50º e em alguns estados a sensação térmica chega a ser maior. Em Knoxville, Iowa (centro), chegou aos 55°. Em Freeport, Ilinois (norte), e em Madison, Minnesota (norte), foi de 51°. Em Nebraska (centro), Wisconsin (norte) e Dakota do Sul (norte) esteve perto dos 50°.
Fontes: Gospel+

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Documentos com a expulsão de Lutera da Igreja Católica serão expostos em Roma

A bula pontifícia com o decreto de excomunhão do teólogo alemão Martín Lutero, em cujos ensinamentos se inspirou a Reforma Protestante, poderá ser vista durante uma inédita exposição de documentos dos Arquivos do Vaticano, no museu da prefeitura de Roma.
A exposição, que leva o título de “Lux in Arcana”, será aberta em fevereiro próximo por ocasião dos 400 anos da criação desses arquivos, em 1612, pelo Papa Paulo V.
Entre a grande variedade de documentos históricos, figura o famoso decreto do Papa Leão X “Decet Romanum Pontificem”, com que Lutero foi excomungado em 3 de janeiro de 1521 e que selava a ruptura completa com Roma, levando a guerras de religião fratricidas na Europa.
Segundo o site da exposição, inúmeros documentos históricos serão expostos pela primeira vez ao público pelo Vaticano.
Cerca de cem documentos, atos e manuscritos, da bula papal que destituía um imperador do século XIII até documentos sobre a Segunda Guerra Mundial, foram selecionados.
A mostra, que permanecerá aberta por sete meses, foi apresentada em junho pelo número dois do Vaticano, o secretário de Estado Tarcisio Bertone, que reconheceu que se trata de ume vento especial, já que saem excepcionalmente do palácio apostólico a fim de chegar a um público mais amplo.
Muitos dos documentos que serão expostos em Roma mudaram a história, como a bula “Dictatus Papae”, de Gregório VII, publicada em 1075, com vinte e sete axiomas que estabeleciam que o pontífice era o imperador do Sacro Império, senhor absoluto da Igreja e do mundo, e que a Igreja romana não erra e jamais errará.

Aos gritos, criança de 4 anos prega em pulpito para igreja lotada

Aos gritos, criança de 4 anos prega em pulpito para igreja lotada
Está só na pré-escola, mas Kanon Tipton tornou-se uma sensação do YouTube, com sua pregação pentecostal.
Milhões já viram os vídeos de Tipton como um bebe de 21 meses e agora como um pregador de 4 anos de idade no púlpito da igreja de seu pai em Granada, Mississipi, de uma forma muito parecida com muitos evangelistas – gritando e agitando os braços para saltar e enxugando a testa com um lenço.
Seu pai, Damon, descreveu isso como um “fenômeno” no Today Show.
Damon Tipton, pastor de Os Pentecostais de Granada desde 2008, acredita que é um pouco de ambos e imitação e um chamado.
“Sim, as crianças absorvem tudo o que você colocar na frente delas. Ele tem estado em torno do ministério”, disse ele ao programa Today na terça-feira. “Mas sinto que a mão de Deus está sobre ele de uma maneira especial”.
Kanon, juntamente com outro “pequeno pregador”, é o tema desta quarta-feira à noite especial no National Geographic Channel.
Os pregadores jovens têm gerado controvérsia sobre se a deixá-los tomar o púlpito é apropriado.
“Sou um cristão e sério, isso não é bonito. O garoto é adorável, mas pregação imitada não é”, disse o usuário do YouTube anapier2006. “Eu literalmente tive calafrios durante todo o vídeo e NãO do bom tipo. Não importa quão “bonito” isso pode ser para algumas pessoas, mas isso não é apropriado para um culto na igreja, as pessoas devem estar indo para ser ensinadas a palavra de Deus e crescer mais em suas caminhadas… ao invés disso elas veem isso e francamente é perturbador”.
Mas o Bispo David Tipton, Jr., o Superintendente Distrital de Mississipi da igreja United Pentecostal Church International, disse que concorda com ele.
A Irmã Johnnie Lowery, membra da congregação, também disse no National Geographic especial”, não vejo nada, mas Jesus em um menino que faria qualquer um feliz. Não consigo me recompor quando ele está lá em cima”.
Dirigindo-se à crítica de que Kanon é muito jovem para pregar na frente da congregação, o Pastor Damon Tipton disse ao programa Today, “Tudo o que temos feito é o envolvê-lo na igreja. Ele mesmo tem esta paixão. Não estamos forçando-o”.
“Ele não tem uma agenda. Não viajamos com ele. ”
Kanon não prega o tempo todo, apenas quando inspirado.
Embora o Pastor Tipton e a congregação sejam incapazes de reunir algumas das palavras que saem da boca do pré-escolar e outras palavras são “parte do fenômeno”, disse Tipton.
“Aleluia”, Kanon diz conforme se aproxima do púlpito.
“O Senhor está aqui esta noite e seu nome é Jesus!” prega o jovem, à medida que a congregação bate palmas e responde em apoio. “Há um só Deus!”
“Precisamos do Espírito Santo”, ele diz à igreja. “Amo a pregar aqui esta noite.”
Kanon diz que gosta de ficar e pregar na frente da congregação como ele vê o seu “papai pregar o tempo todo”.
“Sou um pregador,” é como Kanon se identifica.
Kanon é um pregador da terceira geração.

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Cantor cristão nega-se a realizar show por falta de cachê e é apedrejado

Cantor cristão nega-se a realizar show por falta de cachê e é apedrejado
O cantor gospel Danny Berrios negou-se a subir ao palco após constatar que faltavam 10 mil pesos do dinheiro acertado para seu cachê. O fato ocorreu na República Dominicana.
Danny tem percorrido a américa do sul com sua turnê comemorativa de 30 anos de carreira. Os shows são oferecidos pela equipe do cantor que fecham contrato com cachê estabelecido para cada apresentação. O valor firmado é referente ao sustento do cantor e de sua equipe.
Contudo, um show da semana passada não ocorreu como deveria. O cachê acertado para a presentação no ginásio poliesportivo Hécto-El Vikingo-Monegro era de 50 mil pesos dominicanos, pouco mais de dois mil e cem reais. Entretanto, pouco antes de subir ao palco, o cantor constatou que não havia sido pago o cachê. Com a cobrança do público para o início do show, foram providenciados 40 mil pesos dominicanos, mas o cantor teria insistido que só se apresentaria se fosse paga a diferença de 10 mil pesos dominicanos (pouco mais de 400 reais). Outro suposto motivo para o cantor não apresentar-se era a pouca quantidade de pessoas que haviam comparecido ao show.
Os expectadores, que haviam pago ingressos entre 300 e 400 pesos (12 e 17 reais) revoltaram-se e, passando pelas grades, foram até o camarim do cantor. Lá jogaram pedras e garrafas de água em Danny, impedindo que voltasse ao veículo em que viajava.
A polícia nacional dominicana teve de intervir para que Danny Berrios pudesse deixar o local, cuja rua já apresentava um grande congestionamento.
Danny Berrios é um tradicional cantor de música gospel. Nascido em Miami, nos Estados Unidos, é filho dos evangelistas José Pepito Berrios e Clara Berrios. Desde jovem tem se dedicado à música cristã, tendo recebido até mesmo um disco de ouro no Brasil pelo álbum “Gloria a Dios”, lançado em 1986.
Fonte: Gospel+
Com informações de ensegundos.net

Teólogos questionam a existência de Adão e Eva

Teólogos questionam a existência de Adão e Eva É um grande absurdo pois fé não se discute, fé se vive e esta fé nos faz acreditar naquilo que a palavra de Deus nos diz. Porém:

Pesquisas do Instituto Gallup e do Pew Research Center afirmam que quatro em cada 10 americanos acreditam na existência literal de Adão e Eva. Esta é uma das crenças centrais de grande parte do cristianismo conservador, e dos evangélicos em particular.
No entanto, recentemente alguns estudiosos conservadores passaram a afirmar em público que já não conseguem acreditar no relato de Gênesis como antes. Perguntado sobre o fato de sermos todos descendentes de Adão e Eva, Dennis Venema, biólogo cristão da Trinity Western University, respondeu: “Isso vai contra todas as evidências genômicas que reunimos ao longo dos últimos 20 anos, então não é algo provável”.

A pesquisa do Genoma Humano

Venema diz que não há maneira de rastrear a humanidade até um único casal. Ele diz que com o mapeamento do genoma humano, está claro que os humanos modernos surgiram a partir de outros primatas – muito antes do período literal de Gênesis, que seria apenas alguns milhares de anos atrás. Dada a variação genética da população atual, ele diz que os cientistas não conseguem conceber uma população abaixo de 10.000 pessoas, em qualquer momento em nossa história evolutiva.
Para reduzir tudo a apenas dois antepassados, Venema explica: “Você teria que postular que houve uma taxa de mutação absolutamente astronômica que produziu todas estas novas variantes, em um período de tempo incrivelmente curto. Esses tipos de taxas de mutação não são possíveis”.
Venema é membro da BioLogos Foundation, um grupo cristão que tenta reconciliar fé e ciência. Esse grupo foi fundado por Francis Collins, um evangélico que atualmente lidera o Instituto Nacional de Saúde.
Venema faz parte de um grupo crescente de estudiosos cristãos que dizem desejar ver sua fé entrar no século 21. Outro é John Schneider, que até recentemente ensinou teologia no Calvin College, em Michigan. Ele diz que é hora de encarar os fatos: “Não houve Adão e Eva históricos, nem serpente, nem maçã, nem queda que derrubou o homem de um estado de inocência”.
“A evolução torna bastante claro que na natureza e na experiência moral dos humanos, nunca houve qualquer paraíso perdido”, diz Schneider. ”Acho que os cristãos têm um desafio, um trabalho grande em suas mãos para reformular algumas das suas tradições em relação os primórdios da humanidade.”
Dennis Venema indica o caminho que reconciliaria as posições: “Se ler a Bíblia como poesia e alegoria, assim como tem partes históricas, você poderá ver a mão de Deus agindo na natureza – e na evolução. Não há nada a temer fazendo isso. Não há com o que se preocupar É realmente uma boa oportunidade para termos uma compreensão cada vez mais precisa do mundo. A partir de nossa perspectiva cristã, esse é um entendimento cada vez mais preciso de como Deus nos trouxe à existência”.
Este debate sobre um Adão e Eva históricos não é apenas mais uma disputa, pois parece estar dividindo a intelectualidade evangélica norte-americana.
“O evangelicalismo tem uma tendência a matar seus jovens talentos”, diz Daniel Harlow, professor de religião no Calvin College, uma escola cristã reformada que tem a queda literal de Adão e Eva como parte central de sua fé.
O Calvin College não aceitou ele ter escrito um artigo questionando o Adão histórico. Seu colega, o teólogo John Schneider, escreveu um artigo semelhante e foi pressionado a demitir-se após 25 anos trabalhando na faculdade. Schneider está vivendo agora de uma bolsa de pesquisa da Universidade Católica Notre Dame.
Vários outros teólogos bem conhecidos de universidades cristãs têm sido forçados a se demitir por causa desse debate. Alguns veem um paralelo com um momento histórico anterior, quando a ciência entrou em conflito com a doutrina religiosa.
“A controvérsia da evolução hoje é um momento tão crucial quando o julgamento de Galileu”, diz Karl Giberson, autor de vários livros que tentam conciliar cristianismo e evolução, incluindo A Linguagem da C iência e da Fé, escrito em parceria com Francis Collins.
Giberson – que ensinava física no Eastern Nazarene College, entende que esse ponto de vista tornou-se muito desconfortável na academia cristã – e o questionamento de Adão e Eva é semelhantes ao que experimentou Galileu no século 17, quando desafiou a doutrina católica que afirmava que a Terra girava em torno do sol e não o contrário. Galileu foi condenado pela igreja e levou mais de três séculos para o Vaticano para expressar arrependimento por seu erro.
“Quando você ignora a ciência, acaba pagando caro”, diz Giberson. ”A Igreja Católica pagou um alto preço durante séculos por causa de Galileu. Os protestantes fariam muito bem se olhassem para esse fato e aprendessem com ele.”
Outros teólogos dizem que os cristãos não podem mais se dar ao luxo de ignorar as evidências do genoma humano e dos fósseis apenas para manter uma visão literal de Gênesis. ”Este assunto é inevitável”, diz Dan Harlow do Calvin College. ”Os evangélicos precisarão enfrentá-lo ou apenas enfiar a cabeça na areia. Se fizerem isso, perderão qualquer respeitabilidade intelectual que possuem.”
Albert Mohler, do tradicional Seminário Batista do Sul, explica: “No momento em que você diz ‘temos que abandonar nossa teologia para ter o respeito do mundo’, acaba ficando sem a ortodoxia bíblica e sem o respeito do mundo”.
Mohler e outros dizem que, se outros protestantes querem acomodar-se à ciência, não devem se surpreender se isso os fizer negar a fé.

Deputados evangélicos criam projeto para proibir governo de financiar propostas pró-gays, como o Kit Gay

Deputados evangélicos criam projeto para proibir governo de financiar propostas pró-gays, como o Kit Gay
A Câmara analisa o Projeto de Lei 733/11, dos deputados Marcelo Aguiar (PSC-SP), Lauriete (PSC-ES) e Acelino Popó Freitas (PRB-BA), que proíbe o poder público de apoiar segmentos sociais específicos por meio de conteúdo de ensino que afronte valores familiares. O projeto também proíbe o governo de veicular publicidade oficial e promover ações culturais com conteúdo discriminatório (que resulte em distinção entre brasileiros ou preferências entre si), assim como a concessão de auxílio a entidade que queira promover ações discriminatórias.
O deputado Marcelo Aguiar afirma que o projeto busca evitar que o Estado brasileiro “seja controlado por grupos minoritários que queiram impor a sua visão de mundo que não se coaduna com a preservação da família e com a tolerância para quem quer exercer a sua integral individualidade nos limites traçados pela Constituição”. Ele critica, por exemplo, a “exaltação de comportamento sexual contrário aos bons costumes” em escolas frequentadas por crianças.
Pela proposta, o descumprimento da lei enquadrará o agente público em ato de improbidade administrativa (Lei 8.429/92), com penas que vão de multa a perda da função pública.

Globo: Atriz de Insensato Coração diz que a Bíblia não condena o homossexualismo e diz que cristãos a interpretam errado

Globo: Atriz de Insensato Coração diz que a Bíblia não condena o homossexualismo e diz que cristãos a interpretam errado
A atriz Louise Cardoso, de Insensato Coração, na qual vive a mãe de um gay e luta contra a homofobia, declarou esta semana ao site O Fuxico que acredita que a Bíblia não condene a homossexualidade. Ela não é seguidora de nenhuma religião mas entende que não é certo dizerem que a Bíblia condena os gays. “Eu sou meditante e não tenho uma religião definida. Tenho um caminho espiritual e acho péssimo dizerem que a Bíblia é contra os homossexuais. Antes de fazer a novela, eu estudei muito, ouvi vários depoimentos, religiosos e depoimentos terríveis como suicídio pela própria não aceitação em ser gay”, afirmou a atriz.
Segundo a atriz, o livro sagrado não condena o amor entre pessoas do mesmo sexo mas a libertinagem. “Fiz estudos da Bíblia e vi que é uma interpretação errônea sobre o assunto. Ela fala contra a libertinagem no modo geral e não sobre gays. Mas a libertinagem seja sobre homossexuais ou heterossexuais. Não entendo que ela seja contra. Você conduz a interpretação do modo que quiser e acho que é isso que acontece”, comentou a atriz que vive a mãe de Eduardo (Rodrigo Andrade) na trama. A princípio, Sueli, sua personagem, não aceita o filho gay mas em poucas semanas vira militante da causa e presencia um assassinato de um de seus funcionários por homofobia.
A atriz defende ainda uma lei que criminalize a homofobia no país. “Acho importantíssimo que a homofobia seja criminalizada, aliás acho que é mais importante que o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Infelizmente ainda não é crime, mas espero que seja logo”. Ela comenta ainda uma cena que fez em que os policiais se recusam a registrar a ocorrência, fato comum no país, pois não há tipificação da homofobia como crime.
(Observação do autor: Queridos, queria que soibesse que a bíblia não é contra o homosexual, ela condena a prática do homosexualismo. Deus condena o homosexualismo mas ama o homosexual, Deus condena o pecado mas ama o pecador)

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Zeca Pagodinho afirma à Globo que prefere ir para o inferno do que ir para o céu: “O inferninho é legal”

Zeca Pagodinho afirma à Globo que prefere ir para o inferno do que ir para o céu: “O inferninho é legal”
“Pra mim ficar no céu com duas asinhas e uma harpinha na mão… Nesse caso, eu prefiro até descer.”, afirmou o pagodeiro no programa Fantástico da Rede Globo.
O programa Fantástico da Rede Globo estreou neste domingo o novo quadro “O que vi da vida” com o cantor de pagode Zeca Pagodinho. No quadro, o cantor falou sobre diversos temas, entre eles, a fé.
Confira abaixo a transcrição de algumas frases ditas pelo cantor:
Zeca Pagodnho disse que foi criado em terrero de macumba.
“Eu sou criado em terrero. Medico de pobre é pai-de-santo. Psicólogo era no centro, chinelo e uma boa macumba para tirar o… é, não tinha este negócio não.”
O cantor declarou ainda que as pessoas têm uma tendência de se afastar da religião quando melhoram financeiramente.
“Quando você tem mais poder de grana, poder, a religião fica um pouco de lado. Quanto mais rico, mais descrente. Me desculpem, mas eu vejo deste lado.”
Para ele, a religião é necessária para se ter uma “direção boa”.
“Se eu estivesse morando em Xerém, meus filhos certamente estariam indo na igreja ou no centro, no culto. Porque tem que ter uma religião, tem que ter uma fé, tem que ter uma direção boa, uma coisa que te diga uma coisa boa. Porque tu passa a creditar que… a vida não é só isso que tu vê, né? Como diz Paulino, né?”.
A declaração mais polêmica, foi quando ele deixou clara a sua visão equivocada de céu e inferno, chegando a afirmar que preferia ir para o inferno a ter que ficar no céu tocando harpa.
“Eu não queria acreditar na morte, esse é que é o grande problema. Mas eu acho que Deus é bom. Porque me tirar de um mundão desse, tão bom, né? Com cerveja gelada, mulheres bonitas para lá e para cá. Eu como casado, fico só olhando [risos]… Mas, me tirar daqui pra me levar pra onde? Pra mim ficar no céu com duas asinhas e uma harpinha na mão, não fica bem em mim, cara. Nesse caso, eu prefiro até descer. Também não acredito que o inferno seja tão ruim assim, não. O inferninho é legal. O inferninho… é um foguinho, tal, o problema lá é o calor.”
Veja a entrevista completa clicando aqui.
Fonte: Adonainews

Justin Bieber prega sobre Deus ao vivo em grande premiação americana: “Jesus ama cada um de vocês”

Justin Bieber prega sobre Deus ao vivo em grande premiação americana: “Jesus ama cada um de vocês”
Cantor Justin Bieber recebe o Choice Music: Artist Award Masculino no Teen Choice Awards no anfiteatro Gibson, em Universal City, Califórnia, 7 agosto de 2011.
Depois de ganhar o prêmio do artista masculino no choice music – na forma de uma prancha de surf Bieber agradeceu seus fãs histéricos e trouxe sua fé no meio dizendo: “Eu quero dizer que tudo é possível… Você deve manter primeiro Deus e sempre se lembrar de manter a família primeiro. Jesus ama cada um de vocês.
Ele disse ao Entertainment Tonight no começo deste ano que “se você coloca Deus em primeiro e se lembra sempre de ser humilde e sempre com graça então qualquer coisa pode acontecer”.
Com milhões de fãs, passeios vendidos, um álbum de platina e nominações no Grammy – tudo em três anos – Bieber foi perguntado muitas vezes como ele permanece com os pés firmes na terra.
Sua resposta foi sempre Deus.
“Eu acho que Deus é a única coisa que me mantém são agora”, disse ele em uma entrevista nos bastidores do American Musica Awards no ano passado.
O auto-identificado Cristão, que teve uma nova tatuagem do nome de Jesus em hebraico debaixo do braço, disse aos meios de comunicação, incluindo a Associated Press, que ele acredita que Jesus morreu na cruz por seus pecados e que ele tem um relacionamento com Jesus.
“Ele é a razão pela qual eu estou aqui então eu definitivamente tenho que lembrar isso”, disse ele à AP. “Assim que eu começar a esquecer, eu devo voltar a me lembrar e ser como, você sabe, é a razão pela qual eu estou aqui”.
A mãe de Bieber, Patricia Lynn Mallette, é uma Cristã devota. Inicialmente, ela estava hesitante em ter seu filho entrando na indústria da música secular e ponderou sobre a indústria da música cristã em seu lugar. Mas ela disse que ela orou por isso e percebeu que Deus queria que seu filho fosse uma luz no mundo.

Pastor diz que a internet é a culpada pelo aumento da imoralidade sexual e diminuição do número de jovens cristãos

Pastor diz que a internet é a culpada pelo aumento da imoralidade sexual e diminuição do número de jovens cristãos
O pastor americano e apologista Josh McDowell (foto) tem alertado os fiéis de que a internet é um perigo porque deixa crianças e adolescentes vulneráveis ao ateísmo. “Agora, ateus e céticos têm acesso aos nossos filhos como nós, e é por isso que o número de jovens cristãos que acredita nos fundamentos do cristianismo tem diminuído e a imoralidade sexual aumentado”, disse ele recentemente em palestra a jovens profissionais em Asheville, na Carolina do Norte (EUA).
Ele argumentou que no passado os pais podiam passar a sua crença e visão de mundo aos filhos até o limite da idade deles de 18 anos. Mas agora, com a internet, afirmou, quem não fizer a cabeça dos filhos até os 12 anos poderá perdê-los.
“Se eles [os céticos] escreverem livros, muitas pessoas não vão lê-los. Se derem palestra, muitas pessoas não vão assisti-las. [...] Mas agora, com a internet, nossos filhos não terão como escapar.”
Uma das consequências disso, segundo o pastor, é que o número de evangélicos que não acredita na verdade absoluta pulou em 1993 de 51% para 91% nos dias de hoje. “Essa é a estatística mais surpreendente da história da igreja”, disse, sem citar a fonte dos dados.
McDowell disse que a internet mina a fé dos cristãos por intermédio, inclusive, da pornografia.
Afirmou que a maioria dos 2,2 bilhões de internautas é formada de jovens na faixa de 15 a 25 anos – e eles acessam diariamente a internet, onde há 4,2 milhões de sites pornográficos. “E vocês sabem quantos e-mails pornográficos são disparados por dia? 2,5 bilhões. E tudo a apenas um clique de distância.”
Disse que os céticos adquiriram com a internet um grande poder de “destruição” da moralidade. “E melhor vocês acordarem para isso porque é apenas o começo.”
Fonte: Paulopes

Lanna Holder debocha das igrejas Assembleias de Deus e Deus é Amor em pregação em sua igreja gay. Assista

Lanna Holder debocha das igrejas Assembleias de Deus e Deus é Amor em pregação em sua igreja gay. Assista
Foi divulgado no Youtube uma pregação de Lanna Holder – famosa missionária que assumiu ser homossexual e fundou uma igreja para GLBTS em São Paulo – em sua igreja chamada “Comunidade Cidade Refúgio”, na qual a pastora faz sátiras as igrejas Assembleias de Deus e Deus é Amor.
Lanna levou a platéia a loucura conseguindo muitas gargalhadas com sua pregação, ela aproveitou histórias da época em que congregava na Assembléia de Deus antes de assumir o homossexualismo, para questionar a respeito das doutrinas impostas por igrejas, satirizando os usos e costumes da denominação centenária, das vezes que foi repreendida por seu pastor ao levar jovens da congregação para passeios que não o agradaram, sem falar a brincadeira, classificada como desrespeitosa ainda mais no púlpito de uma igreja, por ela a respeito da higiene dos fiéis da igreja Deus é amor, dizendo que os que lá são membros não usam sabonete ao tomar banho.
No meio da ministração a pastora afirma não estar falando mau da Assembléia de Deus mas sim do “sistema opressor” imposto por doutrinas “eu me lembro que a maioria das igrejas que eu entrava tinha aquele versículo de fora a fora, em cuidado de ti e da doutrina (…) isso não é nada mais do que usos e costumes (…) a maioria das pessoas vive debaixo dessa opressão, desse julgo.” afirma Lana Holder.
O responsável pela postagem do vídeo diz que o que Lanna cospe no prato que comeu (por já ter pertencido a Assembléia) e completa lembrando de um versículo bíblico: “Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências; e desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas.” [2 TM 4:3-4].

Vídeo: Pregação de Lanna Holder satirizando a Assembléia de Deus e Deus é Amor



Diversos foram os comentários em torno do vídeo. O usuário “fillcrente”  foi o único que expressou sua opinião de certa forma a favor da palavra ministrada por Lanna. “Sabe que sob certa ótica eu gostei? A “pregação” de Lanna Holder nos mostra o quão distantes muitas Igrejas Evangélicas estão distantes da autoridade Bíblica e estão a mercê da interpretação e da Palavra Profética do dito líder para entender a palavra. Já estes, detratores da Palavra de Deus, usam-se de termos vagos quando não explicados, ou muito amplos [unção, adoração...] e usam muitos versículos fora do contexto da Bíblia como um todo para incutir suas ideias perniciosas [vide Cerullo]” afirma o usuário do youtube.
Já os outros, postados até hoje se colocaram contra a forma escolhida pela pastora de expor sua opinião. “Isso que estar acontecendo não me escandaliza nem me surpreende, pois quando vejo tudo isso a luz da Biblia vejo mas um cumprimento das sagradas escrituras, (1 Timoteo 4.1-2). Jesus estar voltando povo de Deus guarda o que tens para que ninguém roube tua coroa.” Comenta o usuário jesussalva33.
“Vá se converter… quero ver você fazer graça quando Jesus vier e você ficar!!! Jesus te ama Lanna.. mas as suas atitudes são despresíveis… Você esqueceu que a biblia diz que os sodomitas não entrarão no reino dos céus, (1Cor.6:9). Ainda há uma esperança para você… Ainda há tempo!”, disse sergio23021976.
Fonte: Gospel+

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Dr. Morris Cerullo: Conheça o controverso braço direito do Pastor Silas Malafaia em campanhas polêmicas

Assim como se intitulou e gosta de ser chamado, Dr. Morris Cerullo é um conferencista internacional e sócio majoritário dos escritórios do MCWE – Morris Cerullo World Evangelism – o centro do controle missionário, mas não exerce a função de pastor nem é membro de nenhuma igreja local ou congregação.A associação Vitória em Cristo (do Pastor Silas Malafaia) afirma que Cerullo “é considerado uma das maiores autoridades mundiais em oração e batalha espiritual”, juntos eles estão lançando uma campanha de prosperidade onde os fiéis estarão doando R$ 911,00 em prol de receberem uma “multiplicação financeira” prometida.
Cerullo perdeu os pais quando criança aos 2 anos de idade e foi criado em um orfanato Judeu Ortodoxo, onde teve uma experiência, na qual segundo ele foi levado para fora para fora do orfanato por dois seres celestiais e viu a Deus face a face, então aceitou verdadeiramente a Jesus como senhor e salvador de sua vida e a partir desta que ele deu início ao seu ministério. Ele afirma que após essa experiência as pessoas devem olhar para seu rosto sempre, pois ali verão a face do próprio Deus.
Formado em 1953 na Escola Divindade em de Nova York , começou a ministrar ao lado e auxiliado de então na época sua noiva e hoje esposa Theresa, com a qual tem três filhos. Hoje possui várias entidades voltadas ao evangelísmo como a School of Ministry (Escola de Ministério, em tradução livre) que é similar a Eslavec, escola de líderes do Pastor Silas Malafaia.

Denúncias

Apesar de seu “bem sucedido” e conhecido ministério, o Dr. Cerullo é causador de grandes polêmicas devido sua forma de abordagem a cerca da prosperidade financeira de fiéis e de meios para obtê-la.
Hoje desligado de qualquer proximidade com o doutor, John Paul Warren, um respeitado pastor da terceira geração de assembleianos que já trabalhou para Cerullo em parceria no seu ministério, entrou com uma ação na justiça contra a organização, depois de confrontar Morris Cerullo quanto a maneira segundo ele, “antiética e as técnicas que ele usa para recolher ofertas do povo”, a ação foi movida em maio de 2000 na corte superior do condado de San Diego e aceita, sendo esta a segunda ação judicial movida contra ele.
Warren diz que Cerullo se apresenta como “Dr. Cerullo”onde quer que seja, mesmo que não tenha nenhuma formação acadêmica e nem mesmo se quer merecimento para ser chamado como tal. Conta também que logo que o evangelista Jim Bakker caiu em pecado e foi condenado e enviado a uma prisão federal por fraude, ele levantou milhões de dólares para comprar suas propriedades.
Segundo ex-parceiro, que participou de muitas viagens com Cerullo, ele afirma conseguir prever o futuro e curar os enfermos. Em algumas de suas pregações o pastor afirma que ele usa expressões como “entreguem-me suas carteiras de dinheiro” e “olhem para o profeta de Deus”.
Dean Broyles, um dos procuradores de Wanrren, diz que o alvo principal de Cerullo é levantar milhões de dólares em nome de Deus para poder manter seu estilo de vida esbanjador tanto nos Estados Unidos como no além-mar.
As acusações feitas por John Paul Warren, são um tanto quanto graves:
  • “Cerullo faz muitas promessas aos seus contribuintes, promessas que ele sabe não poder cumprir. Levanta dinheiro para projetos populares, consegue contribuições, mas nunca leva adiante os projetos e fica com o dinheiro (…) mercadeja o evangelho para fins de enriquecimento pessoal”
  • Assim que assumiu a direção dos escritórios da organização de Jim Bakker, Cerullo usava status de filantropia da MCWE para ganhos pessoais. Os procuradores de Warren afirmam, segundo uma fonte, 70% da receita de Cerullo vem de atividades comerciais da organização, o que bate de frente com a atividade filantrópica que lhe dá isenção de impostos e que sempre houveram problemas dentro da organização, sendo processado por muitos de seus ex-funcionários, devido a violações dos direitos na América.
  • Também segundo os procuradores, Cerullo está impedido de pregar na televisão da Inglaterra a menos que prove que realizou todos os milagres de cura ditos e mostrados.
O prucurador Hunter Lundy, questiona as atitudes e o estilo de vida levado por Cerullo, se seria correto para um pregador do evangelho e afirma, “Cerullo vive numa mansão confortável de doze milhões de dólares na área mais cara do Rancho Santa Fé, bairro de classe alta próximo a San Diego na California. A organização MCWE possui e controla várias propriedades, carros de luxo e um jatinho particular de 50 milhões de dólares decorado com detalhes em ouro, além de outros de menor porte. Ele declarou que seus bens valem hoje mais de cem milhões de dólares”, disse.
A intenção de John Paulo Warren ao entrar com uma ação contra Dr. Morris Cerullo é alertar aos cristãos da América sobre o verdadeiro caráter de Cerullo, pois segundo ele, durante dois anos, lhe pediu que se submetesse à liderança de uma igreja para poder ser corrigido, mas Cerullo sempre rejeitou. Warren se diz testemunha ocular em primeira mão por ter viajado muito ao lado de Cerullo e então decidiu levar seu ex-chefe à Corte.
Informações dizem que a corte de apelação do Estado da Califórnia declarou em 3 de janeiro de 2002 que a organização de Morris Cerullo, com base em San Diego está imune de litígios sob a Primeira Emenda, que orienta as cortes a não se envolverem em disputas internas de grupos religiosos.

Judaísmo

Morris Cerullo se considera um judeu cristão e tem presença forte entre adeptos desta religião já que também prega a teologia da prosperidade para eles sob a alegação que o dinheiro que doaram será para o trabalho missionário judeu.
Por outro lado na Europa o doutor pedia dinheiro para que panfletos fossem enviados a famílias judias afim que elas se tornassem cristãs. A atitude fez com que até o reverendo evangélico Chris Write condenasse a ação: “espiritualmente pervertida e pastoralmente desastroso”, disse.
Embora não haver nenhum processo por isso registrado contra o pregador, a grande maioria dos rabinos condena as suas pregações e o acusam de ser “anti-missionário” e ter praticas enganosas.

Problemas na Europa

Embora ser americano e hoje esteja entrando com seu ministério e produtos no Brasil, a anos o doutor já está na Europa onde inicialmente foi bem sucedido, mas hoje está envolto a polêmicas, controvérsias e até mortes.
No ano de 1991 seu programa no Reino Unido, o “Vitória com Morris Cerullo”, ganhou um aviso especial sendo exibido todas as vezes antes de ir ao ar, em destaque as emissoras que transmitiam seu programa tinham que alertar que os relatos de cura e prosperidade das pessoas que testemunhavam ali não tinham qualquer prova de veracidade, o mesmo valia para as palavras do líder evangélico. Hoje em dia nem sequer o programa é exibido na Inglaterra já que foi proibido pelos mesmos motivos de 1991.

Mortes

Cerullo é famoso por seus eventos em que após muita pregação e recolhimento de ofertas, afirma curar as pessoas. Apesar dos cartazes de pessoas levantando de cadeiras de rodas e outras demonstrações conhecidas de cura, existem vários casos de pessoas que morreram após acreditar no doutor sem igreja. Um dos casos mais famosos aconteceu nos Estados Unidos quando uma idosa chamada Audrey Reynolds parou de tomar seus remédios para epilepsia após receber a cura de Morris e acabou morrendo dias depois em sua banheira. Uma criança de quatro anos com câncer também morreu após crer no pregador.
Na Índia, em 1991, foi realizado um grande evento liderado por Morris onde reuniu cerca de 30 mil pessoas pobres e doentes, após duas horas de pregação o líder declarou cura aos adeptos e nada aconteceu, a confusão foi tamanha que membros do público subiram ao palco para desafia-lo a provar seu dom. No final, sob os gritos de “fraude” e “curandeiro”, Morris Cerullo foi expulso da Índia pela polícia e declarado “persona non grata” pelo governo.

Hoje e Brasil

O ministério do Dr. Morris Cerullo mudou, o tema agora é menos cura e mais prosperidade financeira através da Teologia da Prosperidade, a alta arrecadação de dinheiro continua. O doutor está chegando ao Brasil através do Pastor Silas Malafaia com campanhas que se dizem afim de ajudar o ministério do pastor brasileiro e abençoar financeiramente os adeptos. Os livros do pregador americano são vendidos no Brasil através das empresas de Malafaia que também o leva para seus eventos de treinamento de pastores, afim de ensina-los o que Cerullo prega.
Nas recentes campanhas que Cerullo fez com Malafaia, em todas os adeptos recebiam gratuitamente os ensinamentos do Dr. Morris Cerullo em suas casas.
Fonte: Gospel+
Com informações de BBC News UK, Google News Internacional, Wikipédia US, agências de notícias internacionais, blogs nacionais e internacionais, entre outros

Pastor deve ser condenado a execução por pregar cristianismo

O pastor Yousef Nadarkhani, 34 anos, já condenado por abandonar o Islã, está aguardando o resultado  investigação a cerca da crença religiosa ligada ao cristianismo, o qual pode levá-lo a execução ou ainda forçá-lo a converter-se ao Islamismo. A investigação judicial consiste em checar se o pastor antes de converter-se ao cristianismo em seus 19 anos era mulçumano.
Nadarkhani foi condenado em 22 de setembro do ano passado. O líder de um movimento de igrejas a domicílios em Rasht – Irã, foi condenado ao enforcamento, por ter se convertido ao cristianismo e por propagá-lo aos demais mulçumanos. No entanto, na época o advogado do pastor, alegou que ele nunca teria praticado o islamismo até se tornar cristão. Em dezembro de 2006, ele já havia tido seus desentendimentos com as autoridades do Ira, foi preso também pelo motivo de renegação a religião.
Em 22 de setembro de 2010, um tribunal regional condenou Nadarkhani, que lidera um movimento de igrejas domésticas em Rasht, à morte por enforcamento, por se converter ao cristianismo e encorajar muçulmanos a se converter ao cristianismo. O advogado do pastor recorreu da sentença, afirmando que o pastor nunca foi muçulmano.
A pena de morte foi mantida pelo tribunal de justiça, no entanto, foi ordenado que houvesse uma investigação cerca do histórico religioso de Nadarkhani e ainda que seja liberado da acusação apostasia (renegação a religião), segundo fontes e bem provável que cumpra uma pena rigorosa pela evangelização.
Segundo pessoas próximas ao caso de Nadarkhani disseram que somente familiares e seus advogados podem visitá-lo e que autoridades dentro da prisão onde o pastor está preso, o pressionam para que se converta ao islamismo, ameaçando ate mesmo seqüestrar sua família.
E desconhecida a forma como prosseguirão com as investigações, pois seus pais, que seriam a maior fonte de informação já são falecidos.
Fonte: Gospel+

Primeiro casamento feito por um “pastor robô” é celebrado nos Estados Unidos

Miguel Hansons, consultor de TI e web criou um programa que transformou seu computador em uma espécie de “pastor robô” para celebrar seu próprio casamento.
Miguel conta que não teria o dinheiro suficiente para pagar a um pastor nem tão pouco a um juiz de paz, foi aí então que surgiu sua ideia, que ele apelidou de “Pastor Bit”.
Sem dúvida alguma este foi o casamento mais geek (uma gíria para definir pessoas excêntricas, obcecadas com tecnologia,eletrônica, jogos eletrônicos) já visto. A cerimônia foi celebrada na casa dos noivos Miguel Hansosn e Diana Wesley, no Texas, com a presença de familiares e amigos.
O “robô” contou a história de como o casal se conheceu, fez a cerimônia dos votos e até mesmo as perguntas necessárias, como se estivesse interagindo realmente com o casal, Miguel ainda fez uma pré-programação de piadinhas para dar um toque mais humano e atualizou em tempo real no Facebook a mudança de solteiro para casado nos seus perfis.. Miguel ainda não divulgou nenhum detalhe sobre o software.
Miguel e Diana se conheceram num site de relacionamentos e a forma escolhida para realizar a cerimônia matrimonial, foi de certa forma como uma gratidão e união da paixão dos dois pelo computador, embora tenha gerado certa dificuldade para explicar a escolha aos familiares. “Nós dois somos amigos do computador. Então, é como se nosso melhor amigo fosse nos casar.O computador toma uma grande parte de nossas vidas, então porque não deixá-lo ter uma grande parte nisso também?” Disse a noiva.
Fonte: Gospel+
(Queridos, os homens já estão sendo substituídos pelos robôs, vale a pergunta, A unção de Deus foi colocada sobre um robô? Ele foi consagrado e ordenado para tal ofício? Quando Jesus voltar, ele subirá para a glória do Pai? Esse é um dos maiores absurdos que já ouvi. )

Famosos pastores Benny Hinn e Joyce Meyer realizam mudanças internas após investigação devido a finanças

A aproximadamente um ano, o Senador Republicano Charles Grassley, preocupado com os relatos sobre os pregadores que vivem luxuosamente, realizou juntamente com o Comitê de Finanças Fiscais e a Receita Federal, uma investigação financeira em seis ministérios, entre eles o ministério Joyce Meyer Ministries e Benny Hinn´s World Healing Center.
O Senador Grassley, informou que os ministérios de Meyer e Hinn, já estão realizando reformas internas e cooperando com o fornecimento de informações que possam ajudar nas investigações, mas os outros quatros ministérios tem se recusado a fornecer as informações que estão incompletas. Os ministérios que tem se recusado são: Randy y Paula White de “Without Walls International Church”, Eddie Long de “New Birth Missionary Baptist Church”, Kenneth y Gloria Copeland de Kenneth Copeland Ministries, Creflo e Taffi Dollar de World Changers Church International.
Segundo Roby Walker, porta-voz de Joyce Meyer Ministries em Missouri, os detalhes destas reformas estão em desenvolvimento.
A Equipe da Comissão de investigações, concluiu que existem cerca de 100 entidades relacionadas a seis igrejas e seus ministros, mas que ainda não está claro se essas entidades são com fins lucrativos ou não, ou que fornecem algum beneficio financeiro para as igrejas.
Grassley também destacou que alguns ministérios poderiam estar pressionando e intimidando aos seus funcionários a um acordo de confidencialidade e os ameançando a processa-los se violarem.
Jil Gerber, porta-voz de Grassley, se recusou a dizer quais são os ministérios envolvidos nestas intimidações, mas disse que as investigações estão em curso.

Sinal do fim dos tempos? Lago no Texas fica vermelho como sangue e Pastor faz alerta

Lago O.C. Fisher no Texas se tornou vermelho e pregador americano alega que é sangue como parte dos sinais do fim dos tempos.
O reservatório O.C. Fisher, também conhecido com Lago O.C. Fisher, é um lago artificial no Centro-Oeste do Texas que começou no fim dos anos 1940. Ele recebe água do Rio North Concho para o propósito de controlar inundações e servir como suprimento secundário de água potável para San Angelo.
Os peixes existentes no Reservatório foram estocados para fins recreativos. E depois de uma seca severa o reservatório se secou deixando uma pequena poça de água que se tornou vermelha, em que os peixes morreram.
O pregador da Indiana, Paul Begley, cujo ministério foca em escatologia, proclama que a “água nesse lago no Texas é sangue”, baseando-se em Apocalipse 8: 6-13 (“E os sete anjos, que tinham as sete trombetas, prepararam-se para tocá-las…. e tornou-se em sangue a terça parte do mar.
“Quantas mais sinais da Bíblia nós vamos receber? Jesus está voltando em breve e você está preparado?”
“As águas do rio do lago Texas são sangue”, disse ele.
Em uma imagem do lago aparece o que sobrou do OC Fisher, com todos os peixes mortos.
De acordo com o Texas Fishing Forum, a mudança de cor é devido à uma reação química, com adição das algas e peixes mortos que contribuíram para a cor.
Begley não acredita nessa teoria e cita também Apocalipse 16: 1-3 (“E ouvi, vinda do templo…E o terceiro anjo derramou a sua taça nos rios e nas fontes das águas, e se tornaram em sangue), para sustentar que as profecias da Bíblia estão se cumprindo.
“As profecias da Bíblia estão lentamente se cumprindo no meio de um tempo de revelações. Você precisa estar salvo, precisa nascer de novo e estar pronto para encontrar-se com o Rei que está para vir, Jesus Cristo. Ele está vindo”.

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Gunnar Vingren e Daniel Berg – A história dos fundadores da Assembléia de Deus no Brasil

Neste ano, completou-se 100 anos que os pioneiros suecos Adolf Gunnar Vingren e Daniel Högberg, mais conhecidos como Gunnar Vingren e Daniel Berg, deram início ao maior Movimento Pentecostal do mundo – as Assembleias de Deus no Brasil. Mas, como se deu a chamada deles ao Brasil?
Berg e Vingren se conheceram poucos anos antes de fundarem a AD brasileira, quando ainda estavam nos Estados Unidos – Berg, dedicando-se apenas aos trabalho secular e Vingren, como pastor ordenado pela Igreja Batista Sueca nos EUA. Ambos já haviam sido inflamados pelas chamas do Movimento Pentecostal norte-americano quando compartilharam entre si suas experiências e, juntos, em oração, receberam o chamado para o nosso país.
Gunnar Vingren nasceu em Ostra Husby, Ostergotland, Suécia, a 8 de agosto de 1879. Era filho de pais batistas, que lhe ensinaram desde cedo a trilhar nos caminhos santos. Ainda muito pequeno, seus pais o levavam à Escola Dominical, onde seu pai era dirigente.
Em 1897, aos 18 anos, foi batizado nas águas na Igreja Batista em Wraka, Smaland, Suécia. Nessa época, assumiu a direção da Escola Dominical de sua igreja, substituindo seu pai. Em 14 de julho daquele ano, um artigo de uma revista, que falava sobre os sofrimentos de tribos nativas no exterior, o levou às lagrimas e a uma decisão que mudaria o rumo de sua vida. “Subi para o meu quarto e ali prometi a Deus pertencer-lhe e pôr-me à sua disposição, para honra e glória de seu nome. Orei também insistentemente para que Ele me ajudasse a cumprir esta promessa”, relata o homem de Deus.
Em outubro de 1898, deixou a direção da Escola Dominical e foi participar de uma Escola Bíblica em Götabro, Närke. “Nunca mais na minha vida recebi uma instrução bíblica tão profunda como aquela. Pastor Kihlstedt nos quebrantava completamente com a Palavra de Deus. Ele nos tirava tudo, tudo, até que ficássemos inteiramente aniquilados como pó diante dos pés do Senhor. Depois vinha o irmão Emílio Gustavsson com o óleo de Gileade, e sarava as feridas da alma, alimentando nossos corações famintos com o melhor trigo dos celeiros de Deus. Oh, que tempo aquele! Fez-me bem pelo resto de toda a minha vida”, conta Vingren em suas memórias.
Aquela Escola Bíblica durou um mês e fazia parte de uma Federação Evangélica que tinha o objetivo de ganhar almas para Cristo. Depois dela, Vingren foi enviado com o evangelista Soderlund à província de Skane, seu primeiro campo de trabalho. Em seguida, evangelizou nas províncias de Västergötland e Tidaholm, onde adoeceu de papeira e foi curado instantaneamente após a oração de um grupo de irmãos. De lá, evangelizou em Rönneholm e retornou a Skane.
Após o serviço militar, foi atraído pela “Febre dos Estados Unidos”. Em 30 de outubro de 1903, embarcou na cidade de Gotemburgo num vapor que o levou à cidade de Hull, na Inglaterra. Dali, foi de trem para Liverpool, onde pegou outro vapor, com destino a Boston, Massachusets (EUA). Chegando lá, tomou um trem até Kansas City, onde morava seu tio Carl. Depois de uma semana, começou a trabalhar como foguista em Greenhouse até o verão. Foi porteiro de uma grande casa comercial na região e jardineiro, profissão que aprendera com seu pai. Em fevereiro de 1904, conseguiu um emprego no Jardim Botânico de Saint Louis. Aos domingos, Vingren assistia os cultos de uma igreja sueca estabelecida naquela cidade.
Em setembro de 1904, iniciou um curso de quatro anos no Seminário Teológico Batista Sueco, em Chicago. Durante o tempo em que morou em Kansas, pertencera à Igreja Batista sueca, onde fora exortado a voltar a estudar. Durante o curso, foi convidado a pregar em vários igrejas. Pelo Seminário, estagiou sete meses na Primeira Igreja Batista em Chicago, Michigan. Depois, estagiou nas Igrejas Batistas em Sycamore, Illinois; Blue Island, também em Illinois; e, por fim, em Mountain, Michigan.
Concluiu seus estudos e foi diplomado em maio de 1909. Nesse período, entregou uma solicitação para ser enviado como missionário. Enquanto a resposta não chegava, foi convidado para assumir o pastorado da Igreja Batista em Menominee, Michigan. Em junho daquele ano, assumiu a direção da igreja.
Nesse período, participou da Convenção Geral Batista dos Estados Unidos, onde foi decidido que seria enviado missionário para Assam, na Índia, juntamente com sua noiva. A Convenção Batista do Norte o sustentaria. No início, Vingren convenceu-se de que esta era a vontade de Deus, mas, durante a Convenção, Deus mostrou-lhe o contrário. Voltando à sua igreja, enfrentou uma grande luta por causa de sua decisão. Finalmente, resolveu não aceitar a designação e comunicou sua decisão à Convenção por escrito. Por esse motivo, a moça com quem se enamorara rompeu o noivado. Ao receber a carta dela, respondeu: “Seja feita a vontade do Senhor”.
Por esse tempo, despontava um grande avivamento nos Estados Unidos, que culminou no atual Movimento Pentecostal que se espalhou pelo mundo no século 20. Nessa época, uma irmã que tinha o dom de interpretar línguas foi usada por Deus para dizer-lhe que seria enviado ao campo missionário, mas “somente depois de revestido de poder”.
No verão de 1909, Deus encheu o coração de Vingren com o desejo de receber o batismo no Espírito Santo. Em novembro daquele ano, ele pediu permissão à sua igreja para visitar a Primeira Igreja Batista Sueca, em Chicago, onde se realizava uma série de conferências. O seu objetivo era buscar o batismo no Espírito Santo. Após cinco dias de busca incessante, foi revestido de poder, falando em outras línguas como os discípulos no Dia de Pentecostes.
Foi nessas conferências que conheceu Daniel Berg, que se tornaria mais à frente seu grande amigo.
O encontro entre Berg e Vingren
Daniel Högberg, conhecido no Brasil como Daniel Berg, nasceu a 19 de abril de 1884, na pequena cidade de Vargon, na Suécia, às margens do lago de Vernern. Quando o Evangelho começou a entrar nos lares de Vargon, seus pais, Gustav Verner Högberg e Fredrika Högberg, o receberam e ingressaram na Igreja Batista. Logo procuraram educar o filho segundo os princípios cristãos. Em 1899, Daniel converteu-se e foi batizado nas águas.
Em 1902, aos 18 anos, pouco antes do início da primavera nórdica, deixou seu país. Embarcou a 5 de março de 1902, no porto báltico de Gothemburgo, no navio M.S.Romeu, com destino aos Estados Unidos. “Como tantos outros haviam feito antes de mim”, frisava. O motivo foi a grande depressão financeira que dominara a Suécia naquele ano.
Em 25 de março de 1902, Daniel desembarcou em Boston. No Novo Mundo, sonhava, como tantos outros de sua época, em realizar-se profissionalmente. Mas, Deus tinha um plano diferente e especial para sua vida.
De Boston, viajou para Providence, Rhode Island, para se encontrar com amigos suecos, que lhe conseguiram um emprego numa fazenda. Permaneceu nos Estados Unidos por sete anos, onde se especializou como fundidor. Com saudades do lar, retornou à cidade natal, onde o tempo parecia parado. Nada havia se modificado. Só seu melhor amigo, companheiro de infância, não morava mais ali. “Vive em uma cidade próxima, onde prega o Evangelho”, explicou sua mãe.
Logo chegou a seu conhecimento que seu amigo recebera o batismo no Espírito Santo, coisa nova para sua família. A mãe do amigo insistiu para que Daniel o visitasse. Aceitou o convite. No caminho, estudou as passagens bíblicas onde se baseava a “nova doutrina”. Chegando à igreja do amigo, encontrou-o pregando. Sentou e prestou atenção na mensagem. Após o culto, conversaram longamente sobre a “nova doutrina”. Daniel demonstrou ser favorável. Em seguida, despediu-se e partiu, pois sua intenção não era permanecer na Suécia, mas retornar à América do Norte.
Em 1909, após despedir-se dos pais, em meio à viagem de retorno aos Estados Unidos, Daniel orou com insistência a Deus, pedindo o batismo no Espírito Santo. Como não estava preocupado como da primeira vez, posto que já conhecia os EUA, canalizou toda a sua atenção à busca da bênção. Ainda no navio, ao aproximar-se das plagas norte-americanas, sua oração foi respondida.
A partir de então, sua vida mudou. Daniel passou a evangelizar como nunca e a contar seu testemunho a todos. Foi então que, por ocasião das já mencionadas conferências em Chicago, Daniel encontrou-se com o pastor batista Gunnar Vingren, que também fora batizado no Espírito Santo. Os dois conversaram horas sobre as convicções que tinham. Uma delas é que tanto um como o outro acreditavam que tinham uma chamada missionária. Quanto mais dialogavam, mais suas chamadas eram fortalecidas.
Ao voltar à sua igreja em Menominee após as conferências em Chicago, Vingren começou a pregar a verdade de que “Jesus batiza no Espírito Santo e com fogo”. Em fevereiro de 1910, Vingren foi intimado a se afastar da igreja, que ficou dividida: metade cria na promessa e a outra a rejeitava. Os que rejeitaram obrigaram-no a deixar o pastorado.
No entanto, Vingren recebeu o apoio da Igreja Batista em South Bend, Indiana. Todos ali o receberam e creram na verdade. Na primeira semana, Jesus batizou dez pessoas no Espírito Santo. Naquele verão, quase vinte pessoas receberam a promessa. Assim, Deus transformou a Igreja Batista de South Bend em uma igreja pentecostal. Vingren pastoreou-a até 12 de outubro de 1910, quando começou a preparar-se para a viagem ao Brasil.
Quando Vingren voltou a South Bend, Berg estava trabalhando em uma quitanda em Chicago quando o Espírito Santo mandou que se mudasse para South Bend. Berg abandonou seu emprego e foi até lá, onde encontrou Vingren pastoreando aquela Igreja Batista. “Irmão Gunnar, Jesus ordenou-me que eu viesse me encontrar com o irmão para juntos louvarmos o seu nome”, disse Berg. “Está bém!”, respondeu Vingren com singeleza. Passaram, então, a encontrarem-se diariamente para estudar as Escrituras e orar juntos, esperando uma orientação de Deus.
O chamado e a chegada ao Brasil
Foi em South Bend que Vingren e Berg foram revelados pelo Espírito Santo, através da instrumentalidade do irmão Olof Uldin (que havia conhecido Vingren e Berg), sobre vários acontecimentos futuros a respeito dos dois. Entre outras coisas, Deus lhes disseras que deveriam ir para um lugar chamado Pará; que o povo desse lugar era de um nível social muito simples; que Gunnar deveria lhes ensinar os rudimentos da doutrina bíblica; que Berg e ele comeriam comidas simples, mas não lhes faltaria nada; e que Vingren casaria com uma moça chamada Strandberg (Anos depois, quando de retorno à Suécia após o início da obra no Brasil, Vingren conheceria a enfermeira Frida Strandberg, com quem se casaria).
Ao ouvirem pela primeira vez o nome do lugar para onde Deus os chamara, não sabendo onde era, foram até a biblioteca pública da cidade, onde descobriram que o Pará ficava no Norte do Brasil. Depois de orarem, Berg e Vingren aceitaram o destino.
Após a revelação divina dada ao irmão Olof Uldin de que o lugar para onde deveriam ir era o Pará, no Brasil, Daniel Berg, contra a vontade dos seus patrões, abandonou o emprego. Eles argumentaram: “Aqui você pode pregar o Evangelho também, Daniel; não precisa sair de Chicago”. Mas, ele estava convicto da chamada e não voltou atrás.
Ao se despedir, Berg recebeu de seu patrão uma bolacha e uma banana. Essa era uma tradição antiga nos Estados Unidos. Simbolizava o desejo de que jamais faltasse alimento para a pessoa que recebesse a oferta. Esse gesto tocou o coração de Berg, que em seguida partiu com Vingren para Nova Iorque, e de lá para o Brasil em um navio.
Deus proveu milagrosamente a quantia certa para a viagem. Durante a viagem, ganharam um tripulante para Cristo. Quatorze dias após saírem de Nova Iorque, chegaram ao Pará. Era o dia 19 de novembro de 1910.
Em Belém, moraram no porão da Igreja Batista localizada na Rua Balby, 406. Depois, passaram um tempo na casa do irmão presbiteriano Adriano Nobre, em Boca do Ipixuna, às margens do Rio Tajapuru. Hospedaram-se no mesmo quarto onde morava o irmão Adrião Nobre, primo de Adriano. De volta a Belém, retornaram ao porão da igreja. Por esse tempo, já falavam um pouco de português. O primeiro professor deles fora o irmão Adriano.
As irmãs Celina Albuquerque e Maria de Nazaré creram na mensagem pentecostal e receberem o batismo no Espírito Santo. Criou-se, então, uma discussão na igreja, que culminou na expulsão de 19 membros mais Vingren e Berg. Em 18 de junho de 1911, nascia a Missão de Fé Apostólica, que em 11 de janeiro de 1918 foi registrada oficialmente com um novo nome, Assembleia de Deus, nome este que a nova igreja já usava desde 1916. Era uma igreja sem vínculos estrangeiros, genuinamente brasileira e que se tornaria a maior igreja pentecostal do mundo.

Campanha ateista no Brasil contra o cristianismo e as religiões faz sucesso e ganha elogios nos Estados Unidos

O americano Hemant Mehta, do blog Friendly Atheist, elogiou a campanha que a Atea (Associação Brasileira de Ateus e agnósticos) exibe em outdoors de Porto Alegre (RS).
Escreveu que a diferença entre as campanhas ateístas é que, enquanto nos Estados Unidos os slogans afirmam coisas como “Podemos ser bons sem Deus”, no Brasil há “nocaute” com mensagens como “religião não define caráter”, comparando o ateu Charlie Chaplin ao crente Adolf Hitler.
O blog está hospedado no portal sobre religião e espiritualidade Patheos.
Embora reconheça que as campanhas dos ateus americanos já causem controvérsias, Mehta afirmou que gostaria que lá fosse apresentado em breve algo parecido com as mensagens brasileiras.
Leitores do blog fizeram comentários como: “Como é bonito de ver. Ela dá uma esperança …”; “Gosto do ‘Com Deus, tudo é possível’, mas não posso imaginar que isso venha a ser adotado nos Estados Unidos”, “Gostei mais do ‘A fé não dá respostas. Ela só impede as perguntas’”; “Mensagens sucinta que oferece reflexão. Bem feito!”, “Daaaayum, hardcore!”.
O post de Mehta foi reproduzido pelo site da fundação do biólogo britânico e militante ateu Richard Dawkins.

Famoso lutador de vale-tudo abandona os ringues para fazer missões evangelísticas na África

Famoso lutador de vale-tudo abandona os ringues para fazer missões evangelísticas na África
O americano Justin Wren, ex-UFC que acumula 10 vitórias em 12 apresentações do MMA dá um tempo nas lutas para fazer missões.
A partir de agosto, Wren e três outros missionários da Unusual Soldiers vão viajar
para uma tribo na República Democrática do Congo, uma região dilacerada pela guerra civil, além de sua população ser vítima de estupros e até canibalismo.
“Parece que eles estão vivendo no inferno na terra”, diz Wren “E isso precisa mudar.”
Segundo Wren, sua mãe veio chorando e implorando para que ele não vá para o Congo, mas ainda assim o atleta vê um propósito maior na sua missão e se mostra confiante em seu retorno.
O lutador peso pesado, disse estar preocupado e pensa muito nas dificuldades e perigo que vai encontrar, mas que sente que foi chamado por Deus para ir lá.
Wren conta que antes de encontrar Deus tinha uma vida perdida em drogas e álcool e que estava em um lugar profundo e escuro e que era suicida. O quadro mudou quando em Las Vegas, um jovem pastor amigo da família o convidou para um retiro evangélico e foi aí onde sua vida mudou.
“Nunca quis ser Cristão, odiava esse título, odiava as pessoas que se chamavam assim. Mas eu mudei quando conheci algumas pessoas que estavam vivendo essa vida, amando Deus e amando as pessoas, sem serem falsas.”
Essa não é a primeira missão evangélica de Wren. Ele já esteve no Haiti e na República Dominicana, porém sua próxima missão no Congo será mais desafiadora.
Wren e seus três amigos vão acampar no nordeste do país, no meio da selva, onde os Pigmeus estão cercados por cerca de 20 grupos rebeldes.

Após receber sinal divino, modelo “Ronaldinha” larga drogas, prostituição e carreira pornô para pregar na Assembléia de Deus

Após receber sinal divino, modelo “Ronaldinha” larga drogas, prostituição e carreira pornô para pregar na Assembléia de Deus
Viviane Brunieri abriu o coração e revelou que nunca amou de verdade o Fenômeno: “Foi um namoro por interesse. Eu sonhava em entrar no mundo televisivo, ser famosa, queria ter dinheiro. Eu optei pelo mundo da fama e paguei um preço bem alto”.
Em 2008, viciada em drogas e passando por dificuldades financeiras, Viviane entrou para a indústria pornográfica e virou garota de programa. “Eu estava morando no Japão, aí veio a proposta através de um agente aqui do Brasil pelo Orkut. A proposta na época resolveria todos os meus problemas e de outras pessoas! Mas todo dinheiro que vem fácil, vai fácil, gastei tudo. Depois dos filmes comecei a receber muitas propostas para fazer programas. Sei do risco que corri de pegar HIV dormindo com empresários, gente conhecida, desconhecidos, não tenho vergonha de falar porque já me arrependi.”, desabafou a modelo ao “TV fama”.
A mudança na vida da ex-Ronaldinha começou há 2 anos. De volta à Peruíbe, sua cidade natal, Viviane recebeu um ‘sinal divino’ e começou a fazer um trabalho social com moradores de rua: “Hoje temos mais de 30 ex-moradores de rua num abrigo. Temos uma casa só pra eles, onde eles almoçam, jantam, tomam banho, é um lugar de muita paz”.
Além do trabalho social, após ter recebido um “sinal divino”, Viviane passou a pregar na Assembléia de Deus Vida Nova. “Agora estou cursando faculdade de teologia, mas em 2010, 1 ano após eu estar firme nos caminhos do Senhor recebi uma missão para a honra e glória do Santo Nome do Senhor, tive um encontro verdadeiro com o Senhor Jesus”.
Fonte: Extra

Miley Cyrus tatua símbolo pró-gay e afirma: “Onde na Bíblia diz que devemos julgar? Deus é amor”

Miley Cyrus tatua símbolo pró-gay e afirma: “Onde na Bíblia diz que devemos julgar? Deus é amor”
A cantora cristã Miley Cyrus, ex Hannah Montanna, fez uma nova tatuagem em seu corpo, dessa vez o tema foi a militância pró-gay que a atriz defende.
Em seu twitter a cantora mostrou a foto da tatuagem recém feita em seu dedo anelar, o mesmo que erguido sozinho significa um sinal de ofensa para alguns. A tatuagem é um sinal de igual, =, utilizado por militâncias gays para defender que os homossexuais tem os mesmo direitos dos heterossexuais.
Miley Cyrus que se diz cristã, fala frequentemente de Deus e vem de uma família evangélica, se mostrou orgulhosa do feito e ainda rebateu uma fã que questionou a tatuagem por ser a favor de algo que a Bíblia condena. “Onde está escrito na Bíblia que temos que julgar os outros? Certo. Deus é o único juiz, querida e Deus é amor”, afirmou a cantora teen.
Segundo ela a tatuagem pró-gay representa que “todo o amor é igual”.

Fonte: Gospel+

Grupos gays preparam grande ataque na internet com tema bíblico contra evangélicos: #amaivosunsaosoutros

Grupos gays preparam grande ataque na internet com tema bíblico contra evangélicos: #amaivosunsaosoutros
Amaivosunsaosoutros; esta será a hastag usada no próximo dia 3, com o intuito de lotar as páginas do twitter em uma campanha contra a chamada “intolerância” dos políticos religiosos, que segundo as organizações homossexuais misturam e sua religiosidade na hora de legislar, pecando contra o próprio mandamentos Bíblica de amar um ao outro.
O tema Bíblico será usado como forma de confronto aos evangélicos, porém, os idealizadores alegam e buscam deixar claro em seus perfis nas redes sociais, não terem a intenção de de atacar diretamente a ninguém, nem a provocar ou responder à provocações. “Não iremos agredir Malafaia nem seus pares. Não iremos debater com as pessoas, não aceitaremos provocações. Vamos somente postar frases que falem de amor, de igualdade, respostas às mentiras e calúnias que estas pessoas vociferam contra nós”, afirmam eles.
Apesar da promessa de não agredir a Silas Malafaia e aos que caminham e compartilham das mesmas opiniões que ele, o manifesto no twitter, usando a passagem bíblica sobre o amor, será uma forma de protesto quanto as declarações feitas desde que começou este embrolho a cerca da punição a homofobia , pelo deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ), do senador Magno Malta (PR-ES), da deputada estadual Myrian Rios (PDT-RJ) e o pastor da Assembléia de Deus Vitória em Cristo.
Fonte: Gospel+

Lady Gaga afirma que se tornará pastora para celebrar casamento gay

Lady Gaga afirma que se tornará pastora para celebrar casamento gay
Lady Gaga revelou que quer ser ordenada pastora para poder casar duas amigas lésbicas.
A cantora disse que tomou a decisão depois da lei dos casamentos homossexuais ter sido aprovada no estado de Nova Iorque, no passado dia 24 de Junho.
Em entrevista a uma estação de rádio, Gaga explicou: “A minha instrutora de yoga, a Trisha, que é lésbica, vive com a sua companheira há vários anos e têm uma filha linda. Elas pediram-me para casa-las. Portanto sim, vou faze-lo.”
A cantora disse ainda que o casal “já tinha esperado demasiado tempo para poder legitimar o seu amor”.
Gaga, que esteve a semana passada no Nebraska a gravar o próximo videoclip, “You And I”, acrescentou ainda: «Acho que, para mim, enquanto activista, o mais importante é ser positiva e ficar feliz com os pequenos passos que vamos dando ao encontro da igualdade. (…) Vou continuar a lutar pelos nossos direitos.»
Fonte: MyWay

Maioria das liderancas religiosas em países pobres afirma que a lei deveria seguir a Bíblia

Maioria das liderancas religiosas em países pobres afirma que a lei deveria seguir a Bíblia
O relatório de pesquisas feito pela Instituição Pew em outubro de 2010 em um Congresso de líderes evangélicos na cidade do Cabo, na África do Sul ficou pronto.
Na pesquisa foram colhidas respostas de 2.196 lideres (43% de países ricos e 57% de países pobres/emergentes)  de 166 países, as quais revelaram aquilo que esses pastores pensam e sentem. De acordo com a Pew, são de 246 a 600 milhões de evangélicos, segundo a Aliança Evangélica Mundial, para o Brasil calcula-se que a população evangélica esteja em torno de 50 milhões de pessoas.
No Congresso estavam pastores da Europa (20%), América do Norte(19%), Ásia (21%), África Subsaariana (27%) e da América do Sul (10%). Mais de 80% deles acham que os líderes religiosos têm que expressar sua opinião mediante a política, agora quando o assunto é tranformar a Bíblia em leis, há uma divergência entre os pastores. Enquanto 58% dos líderes países pobre/emergentes acham que fazer do Livro Sagrado Lei, somente 28% dos líderes de países ricos concordam.
Fonte: Gospel+

Jean Wyllys compara cristãos do Brasil com atirador da Noruega que matou dezenas de jovens

Jean Wyllys compara cristãos do Brasil com atirador da Noruega que matou dezenas de jovens
O deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ), que notoriamente já tem se mostrado real inimigos dos “cristãos fundamentalistas”, como sempre ressalta ele, postou um texto em sua coluna para Carta Capital, trançando um paralelo entre a atual situação do Brasil de embrolhos políticos com o massacre praticado na Noruega.
Jean Wyllys, destaca em seu texto o fato do terrorista ‘Anders Behring Breivik’ se declarar cristão e afirma que este não é apenas um problema norueguês. “Em todo o Ocidente, a direita religiosa tem ganhado força e se expressado da maneira mais assustadora possível, ao menos para pessoas pautadas por princípios humanistas e minimamente a par das conquistas da ciência no último século”, diz ele.
Na visão de Jean Wyllys, quanto maior a ligação do Estado com a religião, mais este terá problemas em sua gestão.
Segundo ele, a Noruega está entre as sociedades menos religiosas do mundo e em contrapartida, indicadores da ONU a apontam como uma das mais saudáveis (em expectativa de vida, renda per capta, igualdade entre sexos, etc). O Deputado completa sua análise ressaltando que se nesta sociedade de bem estar-social, o cristianismo fundamentalista levou a Andres Behring Breivik praticar o massacre em Oslo, imagina o que poderá acontecer no Brasil, que segundo ele hoje as crenças dos cristãos conservadores tem exercido grande influência sobre o discurso público.
Algo disso já podem ser observados por aqui, como no recente massacre perpetrado por um cristão fanático na Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, subúrbio do Rio de Janeiro, no qual a velha mídia optou por não dar ênfase ao seu fanatismo cristão. Também está presente nas campanhas difamatórias orquestradas e tocadas por cristãos fundamentalistas nas redes sociais contra aqueles que defendem os direitos dos homossexuais e dos adeptos da umbanda e do candomblé, a legalização do aborto e a laicidade do Estado brasileiro. (Deputado Jean Wyllys – Carta Capital)
Em sua coluna compartilha que além das campanhas que segundo ele buscam o difamar, também recebe ameaças de morte de pessoas que se identificam como “transformadas por Cristo”  justificando sua intolerância com versículos bíblicos.
O texto publicado nesta quinta-feira (27/07/2011) é mais uma exposição da revolta que o deputado tem contra o cristianismo. Ao final faz um apelo a cristãos para unirem-se as religiões minoritárias e aos ateus para agirem contra os atos e convicções da então nomeada direita cristã fundamentalista.
Fonte: Gospel+

Famoso site pró-gay chama o Pastor Silas Malafaia de “besta profana dos evangélicos” e diz que é “otário” quem concorda com suas opiniões

Famoso site pró-gay chama o Pastor Silas Malafaia de “besta profana dos evangélicos” e diz que é “otário” quem concorda com suas opiniões
Na terça-feira, dia 26 de julho, foi postado em um dos blogs do site pró-gay MixBrasil um texto um tanto quanto ofensivo ao Pastor Silas Malafaia, em função da sua posição contra o homossexualismo.
Os insultos contaram com palavras como: “besta profana”, “lixo de pessoa”, além de referir-se aos cristãos que partilham das mesmas visões que o Pastor Malafaia, como otários.
O texto crítico foi publicado no Blog Carioca, no qual o blogueiro identifica-se apenas como Marcos, que se mostrou completamente revoltado com o último programa exibido “Vitória em Cristo” no qual o Pastor Silas Malafaia agradece aos homossexuais que querem cassar seu registro de psicólogo.
O blogueiro afirma que mais do que a Igreja Católica fez no passado – em sua história de poder e controle envolvidas com interesses financeiros e no Estado, Silas Malafaia quer fazer agora, sendo parte de um grupo religioso que visa crescimento e obtenção do poder.
Marcos ainda cita sobre os cristãos, dizendo que é preferível ser um verme, porque ao menos no meio deles não existem lixos como o Pastor Silas Malafaia e sua “corja”, expressa sua indignação por saber que existem pessoas que compartilhem da mesma visão que o pastor da Assembléia Vitória em Cristo e ainda completa escrevendo que os evangélicos que investem no ministério do Pr. Silas não passam de um bando de otários que o sustentam enquanto ele desfruta de carros milionários e luxuosas casas.
Os homossexuais são as atuais vitimas da inquisição que este lixo de pessoa berra contra e vendo estes videos ironicos de sua última encenação de anti-cristo pros seus fieis seguidores fico com vontade de vomitar em cima dele…Mas sabe o que me dá mais nojo: é saber que existem milhares de mentes que pensam igual e pior (!!!!!!) o seguem… TRISTE DEMAIS SABER QUE ENTRE OS VERMES A VIDA PODE SER MELHOR PORQUE NAO EXISTE LIXOS COMO O MALAFAIA E TODA AQUELA CORJA DO MAL… ELES SAO PIORES QUE O DEMONIO QUE USAM PRA VENDER O MAL E GANHAR DINHEIRO AOS RIOS DE UM BANDO DE OTÁRIO QUE NUNCA VAI SAIR DA FOSSA, enquanto Silas Malafaia se veste com ternos caros, anda em carros milionários e mora em mansões…  (Marcos / Blog Carioca – Site MixBrasil)
Fonte: Gospel+