Me acompanhe pelo e-mail

terça-feira, 17 de julho de 2012

Rosane Collor revela que ex-presidente Fernando Collor realizava rituais de magia negra afirma que sua conversão ao evangelho a livrou de “maldição”.

Rosane Collor revela que ex-presidente Fernando Collor realizava rituais de magia negra afirma que sua conversão ao evangelho a livrou de “maldição”. Assista na íntegra

A ex-primeira dama Rosane Collor, evangélica, concedeu entrevista ao programa Fantástico, da TV Globo, e contou sobre a ascensão e queda de seu ex-marido, o ex-presidente Fernando Collor de Melo.
Entre as principais denúncias feitas por Rosane estão acusações que já haviam sido feitas pelo irmão do ex-presidente, Pedro Collor, falecido em 1995 devido a um câncer no cérebro. Pedro afirmou em uma entrevista à revista Veja, na época, que Fernando Collor fazia rituais de bruxaria.
Na entrevista à repórter Renata Ceribelli, Rosane afirma que o ex-presidente contratava os serviços de Maria Cecília, atualmente, convertida ao evangelho e pastora. A ex-primeira dama afirmou que os rituais de magia negra eram feitos sob encomenda de Collor para blindá-lo contra os inimigos políticos, e para reverter o mau desejado por seus inimigos para eles próprios. Segundo Rosane, esses rituais envolviam o isolamento do então presidente por dias num porão da Casa da Dinda, mansão da família Collor em Brasília, além do sacrifício de animais.
Durante a entrevista, Rosane citou o que chama de “maldição do Collor”, que levou pessoas próximas ao então presidente à morte, como por exemplo, seu irmão Pedro Collor, e o tesoureiro da campanha presidencial de Fernando Collor, Paulo César Farias.
Sobre Paulo César Farias, um dos pivôs do escândalo de corrupção que acabou resultando no impeachment de Collor, Rosane afirma que o ex-presidente mentiu à época das investigações ao negar que mantinha relações com PC Farias após a campanha.
Segundo Rosane, o que a livrou da “maldição do Collor” foi sua conversão ao evangelho e sua crença em Deus e em Jesus: “Não acredito em coincidência. Acredito em ‘Jesuscidência’”, afirmou, apontando os motivos pelos quais ainda estaria viva.
O termo ‘Jesuscidência’ se tornou alvo de piadas de internautas que no Twitter, levaram o assunto a ser um dos mais comentados em todo o Brasil. Um dos internautas, @WeltonRoberto, publicou uma gozação com o termo usado por Rosane: “Em nome do Pai, do Filho, do Espírito Santo, da Jesuscidência, da justiça brasileira que permite uma desocupada ganhar 18 mil de pensão, amém!”, criticando o fato de a ex-primeira dama achar pouco o valor que recebe de pensão de seu ex-marido. O usuário @inagaki seguiu a mesma linha: “Se eu ganhasse pensão mensal de R$ 18 mil pra não fazer nada, cogitaria com carinho a hipótese de virar devoto da Jesuscidência”.
Assista no vídeo abaixo a íntegra da entrevista de Rosane Collor a Renata Ceribelli:
Fonte: Gospel+

Nenhum comentário:

Postar um comentário