Me acompanhe pelo e-mail

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Pastores comentam reportagem do Domingo Espetacular, da TV Record: “Edir Macedo quer criar dúvida na mente do povo”

Pastores comentam reportagem do Domingo Espetacular, da TV Record: “Edir Macedo quer criar dúvida na mente do povo”

A reação à reportagem do programa Domingo Espetacular, da TV Record, tem sido forte por parte de pastores e líderes do movimento evangélico.

A polêmica se estabeleceu porque a reportagem mostrou diversos casos e depoimentos de pessoas envolvidas com o fenômeno “cair no espírito”, prática que se tornou comum nas igrejas pentecostais e neo-pentecostais. Muitos entenderam que o conteúdo da matéria trata-se de uma tentativa de ridicularizar o movimento pentecostal no Brasil, com quem o Bispo Edir Macedo, da Igreja Universal do Reino de Deus, vem polemizando há algum tempo.

Em entrevista ao site Adonais News, o Pastor e Deputado Federal Marco Feliciano afirmou que Edir Macedo “não quer só ridicularizar, quer criar dúvida na mente do povo simples e humilde”, e admite que após esses episódios, perdeu a admiração pelo Bispo da Universal: “Eu sempre o admirei. Creio na fé que ele prega, que Deus atende sacrifícios. Mas agora estou com ojeriza, repulsa, nojo mesmo. Pois ele fere uma multidão de pessoas que oraram por ele e contribuíram para comprar essa emissora que agora presta esse desserviço a fé brasileira”.

O Pastor e escritor Ciro Sanches Zibordi entende que os argumentos bíblicos usados para defender a prática do “cair no espírito” são fora do contexto bíblico e muito frágeis. Porém, Zibordi afirma que “não se pode limitar o limitar o poder de Deus. Claro que ele pode derrubar uma pessoa, mas isso não pode ser uma condição para a manifestação do Espírito Santo”.

Feliciano, assim como Malafaia, acha que a atitude da TV Record é desespero. “A rede Record está desesperada por audiência e a igreja Universal por membros. A IURD vive um tempo de decadência. Eles ganham almas, mas não são hospital, são pronto socorro. Após se converterem lá as pessoas vem para o Pentecostalismo, que tem uma resposta carismática com devoção bíblica e crença no sobrenatural”, polemiza o Pastor Marco Feliciano.

A psicóloga Marisa Lobo, em entrevista ao mesmo site, afirma que “a forma como alguns pastores, muitas vezes usam e mexem com o emocional das massas, gera uma catarse, e pode sim promover uma histeria coletiva. Isso se dá de diversas formas por causa de sentimentos, personalidades, principalmente em mulheres. Temos que ter cuidado para saber discernir o que pode ser apelação daquilo que é realmente espiritual”.

Segundo Marisa, “muitas manifestações são extremamente teatrais, e isso é um fato, a responsabilidade disso é nossa também, pois esperamos coisas de Deus que não são bíblicas. A verdadeira revelação de Deus está na Palavra. Se lêssemos à Bíblia, como a carregamos, saberíamos discernir se estas manifestações são teatrais ou se são espirituais”.

Em contraponto, a psicóloga entende que apesar de algumas manipulações, pode haver manifestação do Espírito Santo: “Alguns pastores sabem bem como promover, alimentar esse descontrole emocional, e como causar a sugestão psicológica, que é uma manifestação, e não unção de Deus. Como também existe o manifestar do Espírito Santo, mas ainda assim, sujeito a subordinação do corpo”.

Fonte: Gospel+

Nenhum comentário:

Postar um comentário